Plástica e Beleza

Conteúdo independente, não representa a opinião do portal!

Beleza tem importância? Para que serve a Beleza?

Beleza é um valor, uma virtude, assim como a amizade, a bondade e a verdade. Vamos conhecer mais sobre a história e a importância da beleza?
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Beleza tem importância? Para que serve a Beleza? Neste texto vou tentar convencer você sobre a importância da Beleza. Se perguntasse para qualquer pessoa nos séculos XVIII e XIX para que serve a arte, a música, a poesia, a resposta provavelmente seria: para serem belas. Mas qual o objetivo da Beleza?

Beleza é um valor, uma virtude, assim como a Amizade, a Bondade e a Verdade. No entanto no século XX e XXI a beleza começou a perder esse valor. A originalidade e a busca por atenção e olhares à qualquer preço começaram a ganhar espaço. A arquitetura começou a ficar apagada, a moda começa a perder o bom gosto e dar espaço para extravagância e excentricidade, já na música, o público e shows tomaram o lugar da qualidade.

Na Grécia antiga, a filosofia refletiu sobre a arte, a música, a arquitetura e a vida cotidiana. Platão disse que a beleza é o sinal de uma ordem superior. A beleza não é apenas subjetiva mas essencial ao ser humano, levando à qualidade de vida. Afinal a vida é cheia de caos e sofrimento, o remédio para isso é a beleza. Mas muitos artistas perderam essa essência preferindo expor o  caos e a feiura em suas obras, uma verdade contrastada nas obras de Leonardo da Vinci e Marcel Duchamp, por exemplo, bem como as roupas do “new look” de Christian Dior e da atual grife Supreme.

Contrastes da beleza
Monalisa (Leonardo da Vinci), Fonte (Marcel Duchamp) e as grifes New Look e Supreme demostram os contrastes da beleza.
Foto: Reprodução

O recado que queriam dizer é que qualquer coisa pode ser arte, moda ou música. Mas não é bem assim. Como já dizia o conto, cuidado com a “roupa invisível do rei” e o medo de dizer que o imperador esta nu. A arte e a beleza foram desacreditadas, mas ainda são necessárias.

Arte e música quase mostram a realidade atual e o caos, mas será que realmente é o que precisamos ou queremos ver, ouvir e viver? Será que é realmente arte e beleza?

A arte necessita da criatividade, ver o que o artista vê. Por isso vemos beleza nos desenhos de uma criança. Mas cuidado: julgar o gosto de outras pessoas pode gerar muito conflito, isto é ameaçador e ofensivo, não ajuda ninguém.
Existem padrões de beleza que têm firmes bases na natureza e comportamento humano e essa devemos zelar. Beleza está alinhada à ideais. Talvez as pessoas perderam a fé na beleza, pois perderam a fé e a crença nos ideais.

Algo que tem valor é algo útil. Então qual a utilidade da beleza? Oscar Wilde disse “toda arte é absolutamente inútil”, mas não se engane, para Wilde a beleza tem algo maior que a utilidade. Pessoas precisam de coisas inúteis. Qual a utilidade do amor? Da amizade? Da fidelidade? Nenhuma de fato. Mas têm proposito semelhantes ao da beleza.

No mundo atual a utilidade se tornou o pilar central e a beleza figura como “efeito colateral”.

A propaganda virou mais importante que a obra de arte, ambas buscam chamar nossa atenção e criar uma identidade. O culto a feiura e o culto da utilidade dividem espaço com a beleza, indo inclusive para arquitetura onde a “forma segue a função”, tal como a cirurgia plástica.

Priorize a utilidade e você uma hora a perderá. Priorize a beleza e o que você construir será útil por tempo indeterminado. Nós não somos governados por instintos básicos como comer e dormir, temos necessidades morais e espirituais. A beleza nos transporta de um mundo cinza para uma esfera de contemplação. Faz a vida valer a pena, assim como lembrar de momentos, de uma determinada música, bem como de pessoas que gostamos. Tornando isso atemporal.

A experiência da beleza como descrevem artistas, filósofos do mundo antigo, leva a uma atmosfera de aproximação com algo divino. A beleza tem de ser contemplada bem como uma bela modelo, mas também como o rosto marcado de Mahatma Gandhi ou uma simples paisagem numa ilha paradisíaca. Kant, filósofo iluminista, argumentou que a experiência da beleza só vem quando abandonamos o interesse. Quando apenas observamos e assimilamos o que são. Como segurar um bebê no colo, onde todo resto perde o significado. O mesmo ao ouvir uma boa música.

Aqueles que seguem o chamado da beleza sejam artistas, filósofos, arquitetos, músicos e cirurgiões plásticos, têm por finalidade mostrar uma rota de fuga do deserto, um meio termo entre o real e ideal, buscar a harmonia naquele campo que se propôs. No meu caso achei na cirurgia plástica a melhor maneira de levar à qualidade de vida de quem à procura. Tal como a religião, a beleza, com propósito semelhante, nos consola de nossas inquietações e amplia nossa alegria trazendo inclusive certa paz.

BIOGRAFIA

Rafael Sávio

Cirurgião Plástico, membro da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

1 Comentário
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Pirilampo da Silva
25/07/2022 17:40

Beleza é pior que a feiura. Te explico, toda beleza acaba e toda feiura se conserva. No fim, só haverá a feiura, que é o natural das coisas.

A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

LEIA TAMBÉM!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.