Região Geográfica Intermediária de Patos de Minas se destaca em criação de empregos formais

Dados divulgados pelo Caged mostram resultados positivos no acumulado do ano e somente no mês de junho
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Em junho de 2020, os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) indicaram que, em Minas Gerais, houve saldo positivo de 1.795 postos de trabalho formais, resultante da diferença entre 99.430 admissões e 97.635 desligamentos. Embora a variação de 0,05% seja pequena, a Fundação João Pinheiro analisa que ela pode representar a interrupção do movimento de queda no emprego decorrente das restrições impostas pela pandemia de Covid-19. Ainda conforme análise da FJP, a Região Geográfica Intermediária de Patos de Minas destacou-se positivamente entre as 13 RGInt de toda Minas Gerais.

Além da RGInt de Patos de Minas (234), apenas outras quatro finalizaram junho com saldo favorável na criação de empregos formais (Teófilo Otoni – 351, Uberaba – 1.347, Uberlândia – 584 e Varginha – 980). As sete demais tiveram resultado negativo. No acumulado do ano (janeiro-junho), as RGInt de Patos de Minas e de Uberada foram as únicas do estado que apresentaram diferença positiva entre admissões e demissões, respectivamente 2.433 e 95.

- Continua depois da publicidade -

No geral, o Caged referente a junho deste ano ainda mostrou retração do emprego no Brasil, porém menos intenso que a observada nos últimos três meses.

O que é? – O Caged é um registro administrativo que permite acompanhar as flutuações do mercado de trabalho formal a partir das informações sobre admissões e demissões dos empregados regidos pelo regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Já as regiões geográficas Intermediárias são divisões territoriais criadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), resultantes da atualização de suas antigas mesorregiões. A RGInt de Patos de Minas é composta por 34 municípios, distribuídos em três regiões geográficas imediatas (Patos de Minas, Unaí e Patrocínio).

No mês de junho de 2020, dentre as 13 Regiões Geográficas Intermediárias de Minas Gerais (RGInt), o resultado foi negativo nas RGInt de Belo Horizonte (-818), Pouso Alegre (-560), Divinópolis (-322), Barbacena (-146), Governador Valadares (-108), Juiz de Fora (-61), e Ipatinga (-39). Já resultados positivos situaram-se nas RGInt de Patos de Minas (234), Teófilo Otoni (351), Uberaba (1.347), Uberlândia (584) e Varginha (980).

No acumulado janeiro-junho de 2020, a RGInt de Patos de Minas (2.433) e Uberaba (95) foram as únicas do estado que apresentaram saldos positivos. Nas demais regiões, os resultados foram negativos, com destaque para RGInt de Belo Horizonte (-50.902), de Juiz de Fora (-16.471) e de Pouso Alegre (-11.559).

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -