Prefeitura propõe abono para servidores que trabalharem no enfrentamento à doença

Projeto foi enviado à Câmara Municipal e será apreciado nessa terça-feira (4)
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Foi enviado para Câmara Municipal de Patos de Minas, na última quinta-feira (30), projeto de lei complementar que cria abono de R$ 850,00 mensais aos servidores diretamente ligados ao atendimento de pessoas com Covid-19. Estão contemplados os profissionais que atuam no Hospital de Campanha, no Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19, em ambulâncias e veículos destinados ao transporte desses pacientes.

A proposta está em conformidade com o § 5º do artigo 8º da Lei Complementar Federal 173/2020. No mesmo projeto, o executivo cria dez novas vagas temporárias para médicos intensivistas plantonistas. Elas são para atuação nos leitos de UTI instalados no Hospital de Campanha, enquanto durar a pandemia.

Enviada ao Legislativo local no dia 30 de julho, a matéria entra em pauta na reunião dessa terça-feira (4), às 9h, na Comissão de Bem-Estar e Saúde. Às 14 h, o texto será votado em reunião extraordinária no plenário, discussão que pode ser acompanhada pelos canais oficiais da Câmara Municipal de Patos de Minas.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS