PC conclui inquérito e pede prisão preventiva de agente penitenciário suspeito de matar jovem em Uberaba

A decisão fica agora por conta do judiciário que pode aceitar ou recusar o pedido do delegado.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Na foto a direita, vítima e suspeito respectivamente.
Foto: Divulgação PMMG/Arquivo Pessoal (Arquivo TN)

Os familiares de Mariane dos Santos tiveram uma esperança de justiça nesta terça-feira (06/02), após o delegado, Cyro Moreira, concluir o inquérito da morte da jovem e pedir a prisão preventiva do principal suspeito, o agente penitenciário, Rafael Vasconcelos de Jesus de 32 anos.

Mariane foi morta a tiros na noite de 1º de janeiro de 2018 e o suspeito é seu ex-companheiro. Ele fugiu do local e só se apresentou dias após o crime, fato que permitiu com quem ele aguardasse a conclusão do inquérito em liberdade, a final não foi possível ratificar flagrante.

- Continua depois da publicidade -

O Ministério Público colocou o agente penitenciário em liberdade alegando que ele possuía bons antecedentes. Os parentes da vítima ficaram revoltados com a atitude do MP e fizeram uma manifestação no final do mês passado, pedindo que o suspeito ficasse atrás das grades.

“Conseguimos todas as provas disponíveis e agora esperamos que o MP possa dar início ao processo criminal” afirmou o delegado Cyro Moreira em entrevista ao G1. A decisão para o pedido de prisão deve sair nos próximos dias.

Clique aqui e leia a matéria referente ao homicídio veiculada na época

Triângulo Notícias – Com informações do G1

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -