Multas de trânsito geram mal-estar e vereador fala até em CPI

Patos de Minas arrecadou cerca de R$ 5 milhões com multas em 2019.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Multas de Trânsito Vereadores
Foto: Lélis Félix (Triângulo Notícias)

Alguns vereadores de Patos de Minas estão insatisfeitos com atuação da Secretaria de Trânsito em Patos de Minas. Eles chegaram a apontar que uma Indústria de Multas se instalou no município durante o governo de José Eustáquio (DEM).

Na última quinta-feira, 05 de março, durante a sessão ordinária foi apresentado um relatório das autuações no município. Foram arrecadados cerca de R$ 5 milhões com multas de trânsito em 2019. Os radares multaram 10.822 motoristas por excesso de velocidade.

Por outro lado, os agentes de trânsito, a serviço da prefeitura, aplicaram 9.676 multas Já a Polícia Militar, que também atua na fiscalização, fez 7.303 autuações ao longo do ano passado.

Logo após os dados serem apresentados na câmara, o vereador Otaviano Marques (DEM) usou o microfone para expor sua indignação. Ele confessou que já foi multado duas vezes e salientou que os agentes de trânsito deveriam educar ao invés de multar.

Braz Paulo (PROS) também confessou que foi multado por avançar o sinal vermelho. À nossa reportagem ele disse que chegou a recorrer, mas teve o pedido indeferido. “O sinal estava verde, eu passei, o sinal da outra rua ficou vermelho, todo o trânsito parou e eu fiquei perdido ali no meio da via. Quando eu passei estava verde, mas posteriormente ficou vermelho e eu fui multado”.

Já o vereador João Bosco – Bosquinho (eleito pelo PT) afirmou que uma Indústria de Multa está em pleno funcionamento em Patos de Minas. Em entrevista ao Triângulo Notícias, ele chegou a citar uma possível intervenção do Ministério Público para investigar o caso. Também chegou a mencionar a instauração de uma CPI (Comissão parlamentar de inquérito).

Assista as entrevista abaixo:

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.