Falha na rede da Algar Telecom provoca prejuízos

Operadora reconheceu o problema e disse que já trabalha em sua solução.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Falha na rede da Algar Telecom provoca prejuízos
A Algar Telecom (antiga CTBC) atua em várias cidades de Minas Gerais e em outros estados brasileiros.
Foto: Divulgação

A Algar Telecom enfrentou problemas em sua rede de telefonia e internet desde a noite de segunda-feira (22/07).

As linhas fixas, por exemplo, ficaram indisponíveis até o final da madrugada desta terça-feira. Quem tentava ligar ouvia uma mensagem de “número inexistente”.

- Continua depois da publicidade -

Além disso, a internet também apresentou interrupção e/ou lentidão. Em nota a operadora reconheceu o problema e afirmou que a equipe já trabalha para solucionar as instabilidades.

Muitos clientes da Algar Telecom usaram a internet para desabafar. “Graças a esse serviço falho de internet não pude levar o bolo de aniversário de minha mãe hoje de manhã. Estava sem WiFi,sem celular e telefone. Obrigado por me deixarem ilhado no dia do aniversário de minha mãe!” escreveu um internauta em tom irônico.

Serviços de emergência, como o Corpo de Bombeiros e o SAMU, também ficaram indisponíveis. Algumas empresas, como escritórios de advogacia, serviços de transporte público individual e do ramo alimentício ficaram no prejuízo. “Tive que fechar minha lanchonete mais cedo. Os clientes não conseguiam fazer os pedidos pelo telefone” disse um comerciante.

O PROCON de Patos de Minas informou a nossa reportagem que abrirá um processo contra a operadora. Os clientes que se sentirem lesados podem procurar os órgãos de defesa ao consumidor em seus respectivos municípios.

CONFIRA TAMBÉM: Algar Telecom: Serviços voltam ao normal após falha

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -