Uberlândia registra quase que diariamente acidentes envolvendo motociclistas; saiba como preveni-los

Prudência e paciência no trânsito são fundamentais para garantir a segurança.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

Muitas pessoas optam pela motocicleta devido a economia, baixo consumo de combustível, e a mobilidade, já que ela fica menos retida em congestionamentos. Apesar disso, esse veículo entra para as estatísticas como sendo um dos mais perigosos. Em Uberlândia, diariamente, vários acidentes são registrados e alguns acabam terminando com vítimas fatais.

Ontem, terça-feira (10/07), o Corpo de Bombeiros registrou pelo menos três ocorrências graves envolvendo acidentes de motocicletas.

- Continua depois da publicidade -

O primeiro aconteceu na Avenida Floriano Peixoto, Bairro Brasil, por volta das 08h da manhã. Uma mulher de aproximadamente 30 anos ficou ferida após a moto colidir em um automóvel. A vítima ficou com escoriações pelo corpo e uma fratura exposta no membro inferior.

Durante a tarde foram duas ocorrências de maior gravidade. A primeira por volta das 14h48 no cruzamento da Avenida João Bernardes de Souza com a Rua Antônio Carlos Araújo. A colisão entre carro e moto resultou em um ferido. O motociclista ficou com escoriações pelo corpo e também apresentava um fratura exposta no tornozelo direito.

Minutos depois, às 14h58, os Bombeiros atenderam uma colisão entre duas motocicletas na Rua Realização no Bairro São Francisco. Uma das vítimas, homem, teve seu membro inferior dilacerado e sofreu uma fratura na perna direita e afundamento de crânio.

Todas as vítimas foram conduzidas até o Pronto Socorro do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC/UFU), onde receberam atendimento.

Como prevenir esses acidentes

Fonte: Suhai seguradora

1. Inspeção prévia

Antes de sair, faça uma checagem rápida. Verifique a situação dos pneus (se não estão murchos), a posição dos espelhos retrovisores e fique atento se há alguma lâmpada queimada.

2. Primeiros e últimos minutos

Permaneça atento, pois as estatísticas apontam que a maioria dos acidentes de moto ocorre nos primeiros e nos últimos minutos de pilotagem. Isso acontece porque os trajetos mais conhecidos são feitos com menos atenção, por causa da falsa sensação de segurança de que tudo é muito conhecido.

3. Sem estresse

O estresse provoca reações inesperadas no organismo e por isso acabamos perdendo o foco, deixando de pilotar com a calma e o cuidado necessários para garantir a nossa segurança. Não revide provocações, aceite desculpas e nunca saia em cima da hora para os seus compromissos. Vá com calma.

4. Veja e seja visto

O excesso de velocidade sobre duas rodas pode surpreender tanto os outros motoristas quanto os pedestres. Use roupas adequadas, com faixas reflexivas, e nunca fique no ponto cego do motorista do carro. Para que você seja visto, rode sempre com o farol aceso, mesmo que seja dia.

5. Evite o excesso de velocidade

Pode parecer clichê, já que você comprou uma moto para andar mais rápido. O caso é que ter uma moto não impede uma multa por excesso de velocidade nem permite abusar dos limites das vias.

6. Use os equipamentos de segurança

Além do capacete, que é o equipamento mais importante do motociclista, tenha as demais peças, que vão garantir a sua segurança: jaqueta, luvas, calça própria, botas, abrigo de chuva, macacão, protetores de coluna e colete inflável.

7. Cuidado com os pedestres

No trânsito, o maior sempre protege o menor. No seu caso, você tem que redobrar a atenção com os pedestres. Muitos são desatentos e atravessam mesmo com o semáforo aberto para o trânsito, observando apenas os carros e esquecendo das motos.

8. Fique de olho nos cruzamentos

É nos cruzamentos que acontece a maioria dos acidentes envolvendo motos. Mesmo tendo a preferencial, nunca atravesse cegamente. Outro motorista pode fazer o mesmo e o impacto será inevitável.

9. Atenção redobrada com os semáforo

Diante de um semáforo amarelo, qual é a sua reação? Provavelmente acelerar, para não ficar parado. Sendo assim, a partir do momento em que o semáforo ficar verde, não arranque cegamente. O motorista da outra via pode encarar o restinho do amarelo da mesma forma que você e atravessar já no vermelho.

10. Cuidado com a chuva!

As condições do tempo interferem muito na pilotagem da moto. A pista fica mais escorregadia, a visibilidade é reduzida, a estabilidade diminui e a distância de frenagem aumenta. Redobre a atenção e esteja com a vestimenta adequada para esse tipo de circunstância, pois o impacto das gotas de chuva quando se está pilotando parece com o de alfinetes na pele.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -