Teatro Leão de Formosa está fechado a quase dois anos; entenda os motivos

O único teatro de Patos de Minas foi fechado para execução de um projeto de prevenção de incêndio em 2018.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação (Prefeitura de Patos de Minas)

A classe artística de Patos de Minas aguarda a reabertura do Teatro Municipal Leão de Formosa. O único teatro da cidade foi fechado em fevereiro de 2018 para elaboração e execução de um projeto de prevenção de incêndio.

Uma empresa de João Pinheiro venceu a licitação e ficou responsável pelas obras na Casa de Olegário Maciel e no Teatro Leão de Formosa. A expectativa era que o teatro fosse reaberto em julho de 2018, porém até hoje, em janeiro de 2020, ele segue fechado.

- Continua depois da publicidade -

A Rádio Jovem Pan Patos (103,3 FM) foi atrás de respostas. A reportagem foi ao ar nesta segunda-feira (13/01) na Jornal da Manhã e mostrou as circunstâncias por trás do atraso. Segundo o Secretário de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer, Fábio Amaro, a expectativa é que ele seja reaberto nos primeiros meses deste ano. Enquanto isso, a secretaria está orientando os artistas a procurarem locais alternativos para suas apresentações.

O Diretor de Obras Terceirizadas da Prefeitura de Patos de Minas, Matheus Madureira, informou que a empresa contratada teve contratempos financeiros durante a execução. Ainda afirmou que houve divergência no projeto e no que foi licitado e por esse motivo foi solicitado um aditivo, que aguarda aprovação pela Secretaria de Planejamento.

O prefeito de Patos de Minas, José Eustáquio (DEM), disse que o caso não é isolado. Segundo ele, outras empresas terceirizadas foram notificadas por atraso na entrega de obras.

A Jovem Pan Patos também procurou a empresa que venceu a licitação, Edificar JP. O proprietário, Dênio Soares, disse que falta apenas um corrimão e uma porta para o teatro ser entregue. Questionado sobre o atraso, ele afirmou que a burocracia da administração pública prejudicou o andamento da obra. Durante a execução foi necessário uma readequação no projeto e um aditivo teve que ser solicitado.

Assim que o serviço foi finalizado o Corpo de Bombeiros fará uma avaliação e dará um parecer, favorável ou contrário, a reabertura. O contrato da Edificar JP se encerra no dia 31 de março.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -