Cheia do Rio Paranaíba 

Sem recursos e com promessas, vice-governador visita Patos de Minas

"O que viemos trazer é o nosso apoio, a nossa solidariedade e dizer que estamos juntos" disse Paulo Brant.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O vice-governador de Minas Gerais, Paulo Brant (PSDB), esteve em Patos de Minas nesta quinta-feira (13/01). Ele percorreu as áreas alagadas e realizou uma reunião com os prefeitos da região. O encontro aconteceu na sede da 10ª Região da Polícia Militar.

Durante entrevista coletiva, o vice-governador disse que o motivo da visita foi basicamente escutar. Ele disse que já sabia da gravidade dos problemas, mas que teve contato com as demandas concretas de cada município. Também afirmou que existem várias urgências e citou a MGC-354, entre Presidente Olegário e Patos de Minas.

“A gente já está acionando o DER/MG para resolver já que tem uma influencia grande na região, mas o que a gente veio trazer é exatamente a nossa solidariedade e a mobilização de todo o sistema de defesa civil do Estado, coordenado pelo gabinete militar, no sentido de, neste primeiro momento, atenuar os problemas. Lidar com os problemas humanitários, restaurar as estruturas que estão inativas, é o momento de, em primeiro lugar, lidar com a emergência. Mas como a gente bem colocou na reunião, a partir deste momento, começar a pensar na resolução estrutural de alguns problemas que ocorrem durante os períodos de chuva”, explicou.

Questionado sobre o que Patos de Minas pode esperar do governo do estado, o vice-governador disse que “vamos alocar recursos próprios e vamos articular junto ao Governo Federal, que tem o sistema nacional de defesa civil, para que de fato os recursos que estamos preiteando (…) chegue de fato aqui no município”.

Sobre a interdição da MGC-354, ele disse que o DER/MG ainda deve fazer um levantamento para ver o que deve ser feito para que restaure o fluxo desta rodovia.

Outro questionamento foi quanto as estradas rurais e os danos aos produtores. Ele disse que cada município deve fazer um levantamento e reconheceu que existem municípios que possuem problemas muito graves. Paulo disse que é difícil dizer o que o estado vai fazer de forma concretamente. “O que viemos trazer é o nosso apoio, a nossa solidariedade e dizer que estamos juntos para levantar recursos, seja no âmbito do Governo do Estado, seja no âmbito do Governo Federal para apoiar os prefeitos”, finalizou.

🔔

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade é do respectivo autor. Eles não expressam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.