Passa a valer Lei que obriga pagamento de salários iguais para homens e mulheres na Islândia

No país europeu, a norma pretende acabar com a desigualdade de gênero até 2020.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução

Enquanto o Brasil discute criar leis para proibir o consumo de carnes às segundas-feiras, como fizeram os deputados estaduais de São Paulo, por exemplo, a Islândia deu um importante avanço para tornar a igualdade de gêneros mais justa.

O país europeu foi o primeiro no mundo a criar uma Lei que obriga as empresas privadas, repartições e agências governamentais a pagarem o mesmo salário a homens e mulheres ocupantes de um mesmo cargo de uma mesma profissão. Quem não cumprir a norma pode ser penalizado com multas.

A medida foi tomada porque a Islândia pretende acabar com as desigualdades entre homens e mulheres até o ano de 2020 e eles estão conseguindo.

De acordo com o último relatório do Fórum Econômico Mundial, a Islândia é o país com maior igualdade de gênero no mundo ao lado da Noruega e da Suécia.

Já o Brasil caiu 11 posições no ranking de igualdade de gênero em apenas um ano. Em 2016, o país estava na posição 79. Em 2017, caiu para a nonagésima posição. O desempenho do Brasil no ranking da igualdade de gênero é o terceiro pior entre todos os países da América Latina atrás da Argentina, Colômbia, Peru, Uruguai, México e Chile.

Reportagem: Cristiano Carlos

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Comments System WIDGET PACK

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade é integral do autor de cada comentário. Comentários ofensivos podem ser removidos sem autorização prévia. Ao comentar, você concorda com a Polícia de Privacidade e Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.