Coluna – Direito Previdenciário e Trabalhista

Os diferentes benefícios por incapacidade do INSS

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Existem diferentes tipos de benefícios concedidos pelo INSS, que se diferenciam um do outro, dependendo de fatores específicos que geraram a incapacidade. É normal haver confusão entre eles, por isso, preparamos esse artigo para esclarecer.

Quais são esses benefícios?

Auxílio doença ou benefício por incapacidade temporária:

Esse benefício é concedido pelo INSS para as pessoas que se encontram sem possibilidades de exercer seu trabalho por uma incapacidade temporária. Era antigamente chamado de auxílio-doença antes da Reforma da Previdência e teve seu nome mudado para benefício por incapacidade temporária.

Quais os requisitos?

– É preciso ter uma carência de 12 meses (período de contribuições com a previdência).

– A qualidade de segurado (estar dentro da cobertura do INSS).

– E incapacidade para o trabalho ou atividade habitual por mais de 15 dias.

Em casos de doenças ocupacionais, acidentes e doenças graves previstas por lei, é dispensável o requisito da carência. As doenças graves por lei são: tuberculose ativa; hanseníase; alienação mental; neoplasia maligna; cegueira; paralisia irreversível e incapacitante; cardiopatia grave; mal de Parkinson; espondiloartrose anquilosante; nefropatia grave; estado avançado da doença de Paget (osteíte deformante); Síndrome da Imunodeficiência Adquirida  –  AIDS; contaminação por radiação com base em conclusão da medicina especializada e hepatopatia grave.

Aposentadoria por invalidez/Aposentadoria por incapacidade permanente

É um benefício permanente causado por uma incapacidade que não possibilita uma reabilitação.

Era chamado de “Aposentadoria por invalidez”, porém, a partir de de 2019, por conta da Reforma da Previdência, passou a ser chamado de “Aposentadoria por incapacidade permanente”. Essa mudança na nomenclatura foi motivada pela adequação mais técnica para o entendimento e entrar em sintonia do que é exigido para ter o benefício.

Quais os requisitos?

– É preciso ter uma carência de 12 meses (mas como no caso anterior, é dispensável caso haja alguma das doenças graves listadas, e também se a incapacidade é gerada por um acidente ou doença relacionada ao trabalho).

– A qualidade de segurado.

– A incapacidade permanente para o trabalho e a impossibilidade de reabilitação.

Uma mudança bem notável diz respeito ao cálculo daquelas pessoas que ficaram incapacitadas de forma permanente, a partir da Reforma da Previdência, caso a incapacidade não tenha relação com acidente ou doença ocupacional. O benefício será de 60% da média de todos os salários de contribuição, de julho de 1994 até hoje, além de somar 2% por cada ano trabalhado além de 15 anos, para a mulher. Já para o homem, isso será possível quando ultrapassar a marca de 20 anos.

Caso a doença tenha relação direta com o trabalho, o benefício é integral (100%).

Auxílio Acidente

É um benefício indenizatório para aqueles que têm sequelas definitivas decorrente de um acidente de qualquer natureza (trânsito, trabalho, lazer, cotidiano e etc), que reduza a capacidade no trabalho, por menor que seja.

O auxílio acidente corresponde a metade do que seria um benefício por incapacidade, e não retira o seu direito de trabalhar, caso não influa no agravamento da enfermidade.

Quais os requisitos?

– Sofreu qualquer tipo de acidente ou doença ocupacional.

– Tem sequela consolidada.

– Ter uma redução da capacidade para o trabalho habitual.

Se você tem alguma dúvida ou questão para esclarecimento, vale assistir os conteúdos gerados em nosso Canal do Direito Trabalhista e Previdenciário, onde é possível encontrar mais informações sobre os benefícios por incapacidade e aposentadorias no INSS.

 

 

 

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

LEIA TAMBÉM!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.