Mensagens no WhatsApp podem ter motivado morte de jovem de 18 anos em Patos de Minas; um suspeito foi preso e dois menores apreendidos

Delegado apresentou o suspeito nesta manhã. Em entrevista, ele negou o crime. "Estava no lugar errado, na hora errada" afirmou.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Foto: Lélis Félix (Triângulo Notícias)

A Polícia Civil de Patos de Minas apresentou na manhã desta sexta-feira (25/05) o suspeito de ter participado do homicídio que vitimou Francisco Lourenço de 18 anos. O crime ocorreu em fevereiro quando o rapaz foi atingido por dois disparos de arma de fogo, que o acabou levando ao óbito.

O delegado da divisão de homicídios, Dr. Érico Rodovalho, afirmou que a motivação do crime estaria relacionada com mensagens trocadas através do aplicativo de mensagens instantâneas, WhatsApp. Uma menina, que é namorada do amigo da vítima, teria postado uma foto e o material acabou provocando a irã entre grupos rivais.

No dia do homicídio, duas outras pessoas estavam acompanhando Francisco, mas elas conseguiram escapar dos disparos.

Além do suspeito, Lindomar Junior de 19 anos, dois adolescentes foram apreendidos. Um confessou ter efetuado os disparos, porém o delegado suspeita que tal declaração tenha sido feita na tentativa de inocentar Lindomar.

Conversamos com o acusado, que disse não ter praticado o crime. “Estava no lugar errado, na hora errada” declarou o jovem.

Lindomar segue preso no Presídio Sebastião Satiro e deverá responder pelo crime em regime fechado. Confira mais detalhes na entrevista, concedida ao-vivo, ao Triângulo Notícias.

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.