La Niña: fenômeno deve manter intensidade moderada ou fraca até abril

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Clima. Tempo. Previsão climática. Chuvas, nuvens, tempo seco, seca, geada, sol, tempestades - previsão do tempo - La Niña

O mapa de anomalias da temperatura na superfície do mar (TSM) da segunda quinzena do mês de janeiro mostra o predomínio de áreas com anomalias negativas em torno de -1,5°C no Oceano Pacífico Equatorial, principalmente na sua porção mais oeste. Nos últimos dois meses, essa região oceânica tem apresentado alguma oscilação, porém mantendo sempre valores de desvio em torno de -1°C nos últimos 60 dias.

 

- Continua depois da publicidade -

Formação do fenômeno La Niña

De acordo com o boletim de condições meteorológicas, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no levantamento da Safra de Grãos, tal persistência no oceano é característica de formação de La Niña, confirmando que há um episódio do fenômeno em curso desde outubro de 2017. Para se considerar a atuação de um La Niña, o índice tem que persistir com valor negativo de pelo menos meio grau por alguns meses seguidos. A faixa de neutralidade está entre +0,5 e -0,5°C.

 

La Niña em 2018

As anomalias negativas de TSM no Atlântico Sul próximo à costa do Rio Grande do Sul e do Uruguai ficaram mais intensas na segunda metade de janeiro, favorecendo o fluxo de umidade do oceano em direção ao continente, contribuindo para um aumento no volume de chuvas no estado gaúcho.

 

De acordo com o Research Institute for Climate and Society (IRI), a média dos modelos de previsão de El Niño/La Niña apresenta uma maior probabilidade de ocorrência de um La Niña até início de 2018. Com base nas saídas dos modelos e nas condições térmicas observadas no Oceano Pacífico, o fenômeno La Niña deve manter a intensidade moderada ou fraca até março ou abril, com forte probabilidade de entrar em uma fase de neutralidade nos meses seguintes.

 

De acordo com o boletim, devido às oscilações das temperaturas na superfície do Pacífico Equatorial, esses prognósticos devem ser vistos com cautela, seguidos de acompanhamento constante das condições térmicas em outras áreas oceânicas, como no Atlântico, e das atualizações dos modelos de previsão.

 

Conheça a revista Farming Brasil!

Farming Brasil. Ano 1, edição 3.
Farming Brasil. Ano 1, edição 3.

A terceira edição da revista Farming Brasil tem reportagem de capa sobre a plantabilidade da soja, com um dossiê completo para avaliar o solo, regular as plantadeiras, capacitar o operador da máquina e plantar com qualidade.

A revista conta também com um robusto especial sobre pecuária. A terceira edição apresenta tecnologias para as máquinas agrícolas, como os pneus radiais e as esteiras de borracha para colheitadeiras de grãos, sistemas de irrigação, tecnologia de aplicação de fertilizantes a taxa variável, energia solar e muito mais! Para adquirir a revista (R$ 14,90 + frete de R$ 6,50), clique aqui para enviar o seu pedido.

 

Cadastre-se para receber notícias gratuitamente da Farming Brasil por e-mail: sfagro.com.br/cadastro

Qual é a sua dúvida agronômica? Para pedir uma reportagem ao site SF Agro, clique aqui e envie uma mensagem para a equipe de jornalistas.

 

 

O post La Niña: fenômeno deve manter intensidade moderada ou fraca até abril apareceu primeiro em SF Agro | Farming Brasil.

Fonte: Farming Brasil

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -