Jaqueline Mourão fica em 74º lugar nos Jogos Olímpicos de Inverno

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Esquiadora brasileira

A mineira Jaqueline Mourão concluiu a prova do esqui cross country na 74ª colocação, a frente de outros 16 atletas de 15 nacionalidades que disputaram a prova em PyeongChang, na Coreia do SulCOB/ Divulgação

Primeira brasileira a competir nos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, a mineira Jaqueline Mourão concluiu a prova do esqui cross country na 74ª colocação, a frente de outros 16 atletas de 15 nacionalidades que disputaram a prova em PyeongChang, na Coreia do Sul.

Aos 42 anos de idade, Jaqueline disputou sua sexta Olimpíada. Com isso, a atleta equiparou-se em número de participações olímpicas à jogadora de futebol Formiga; ao mesa-tenista Hugo Hoyama; ao velejador Robert Scheidt; ao cavaleiro Rodrigo Pessoa e ao velejador Torben Grael. Além disso, segundo o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Jaqueline é a única atleta – entre homens e mulheres – a competir em duas edições de Jogos Olímpicos de Verão e quatro de Inverno.

Jaqueline percorreu os 10 quilômetros em 30 minutos e 50 segundos, alcançando seu melhor resultado no cross country. A vencedora da prova foi a norueguesa Ragnhild Haga, que concluiu a prova em 25 minutos. A segunda posição foi conquistada pela sueca Charlotte Kalla (25min20s8). A norueguesa Marit Bjoergen e a finlandesa Krista Parmakoski terminaram empatadas na terceira colocação, com o tempo exato de 25min32s4.

Ao fim da prova, a brasileira comemorou o resultado. “Sou, de longe, a melhor latino-americana nessa prova. Bati um monte de países. Nos Jogos Olímpicos estão apenas as melhores do mundo. Foi uma prova muito dura. Dei o máximo que eu pude, mesmo passando um susto na véspera”, afirmou a mineira, que, na véspera, passou mal devido a problemas estomacais.

A atleta ainda revelou o desejo de disputar mais uma Olimpíada. “Se o Brasil estiver comigo para me dar força para treinar eu vou para mais uma Olimpíada sim”, disse Jaqueline, minimizando o peso do passar dos anos sobre o rendimento em esportes de resistência, como o esqui cross country. “A idade é um tabu, mas uma vez que você passa por isso, acaba percebendo que não é um problema. O mais importante é evoluir na parte técnica. Seguir se desenvolvendo apesar da idade.”

Ao todo, nove atletas brasileiros estão disputando os jogos olímpicos de PyeongChang: Erick Vianna; Rafael Souza; Odirlei Pessoni; Edson Bindilatti e Edson Martins integram a equipe de bobsled (espécie de corrida de trenó sobre o gelo); Isadora Williams (patinação artística); Michel Macedo (esqui alpino); Jaqueline Mourão (esqui cross-country) e Victor Santos (esqui cross-country). A carioca Isabel Clark disputaria a prova de snowboard cross, mas, em função de uma contusão sofrida durante os treinos desta quarta-feira (14), teve que abandonar os jogos.

* Com informações da assessoria do COB

Edição: Valéria Aguiar

FONTE: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelo comentário é totalmente do respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.