Inscrições abertas para empresas interessadas em participar do Minas Recebe 2018

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur-MG), acaba de abrir o processo de habilitação para o ciclo 2018 do projeto Minas Recebe.

A inscrição pode ser realizada até o dia 22 de janeiro de 2018 (domingo), mediante preenchimento do formulário online – disponível em www.turismo.mg.gov.br/minas-recebe – e envio de toda a documentação para minasrecebe@turismo.mg.gov.br. Não há limite de empresas que possam participar do Minas Recebe em 2018 e o resultado será divulgado até 22 de fevereiro.

- Continua depois da publicidade -

Para participar, as agências ou operadoras de turismo receptivo devem, obrigatoriamente, trabalhar com a comercialização de roteiros em Minas Gerais, bem como possuir site, blog ou rede social que divulguem informações atualizadas sobre o turismo mineiro, dentre outros requisitos técnicos informados na Resolução 03 de 25 de janeiro de 2017.

Uma vez aprovada, a empresa poderá participar, por exemplo, de qualificações e capacitações, ações de relacionamento, feiras profissionais do setor e viagens de reconhecimento. Ela também terá os contatos e os produtos turísticos divulgados no portal Minas Gerais e em materiais promocionais da Setur-MG. A participação no projeto terá validade de um ano, mediante frequência mínima em reuniões técnicas, entre outros requisitos.

“O Minas Recebe colocou a nossa empresa no mapa do mundo. Nós éramos uma empresa pequena, trabalhávamos em âmbito local. Com o Minas Recebe aprendemos sobre administração, formas de divulgação e tivemos a possibilidade de participar de feiras. Não tínhamos  a menor ideia de que isso era possível. Da noite para o dia passamos a ter contato com operadoras gigantescas do Brasil e do mundo”, salienta o gerente operacional da Primotur, Helder Primo.

Em contrapartida ao apoio da Setur-MG, as empresas habilitadas para participar do Minas Recebe devem seguir as diretrizes traçadas pela pasta, manter vigentes as exigências legais solicitadas e promover os destinos mineiros.

“Esperamos que as agências possam aderir ao projeto na expectativa de crescimento tanto para a empresa quanto para o turismo em Minas Gerais”, reforça o secretário de Estado de Turismo, Ricardo Faria.


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: AGÊNCIA MINAS

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -