Estudantes de pós-graduação têm mais chance de terem depressão, indica estudo

Pesquisa foi feita com mais de 2.200 estudantes de 26 países.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram

Depressão e ansiedade são transtornos frequentes na vida de pessoas que se dedicam à pós-graduação. É o que mostra uma pesquisa da Universidade do Texas, nos Estados Unidos.

De acordo com o estudo, esses estudantes têm seis vezes mais chances de experimentar os sintomas. Durante a pesquisa, mais de 2.200 estudantes foram entrevistados, em 26 países. 90% eram alunos de doutorado, e os outros 10% de mestrado.

Nos resultados, 41% dos estudantes mostraram sinais de ansiedade, e 39% de depressão. Na população geral, a média é de 6%.

Os pesquisadores cruzaram as respostas e encontram alguns motivos em comum para os transtornos. O primeiro foi o gênero. Os grupos mais vulneráveis à depressão e ansiedade são os transgêneros, seguidos das mulheres e, por último, os homens.

Outro fator é a vida-trabalho, que envolve falta de equilíbrio e de vida saudável. Por último, o estudo mostrou que muitas vezes os estudantes não acham que recebem a atenção devida dos orientadores e professores do curso.

Reportagem: Sara Rodrigues

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.