Com 89 desalojados, Rio Paranaíba continua subindo

São 200 adultos e 46 crianças removidos de suas casas.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Com as chuvas constantes que se estendem desde 31 de dezembro, o Rio Paranaíba tem uma das maiores cheias da histórica. Um dos municípios banhados é Patos de Minas, onde ao menos 89 famílias (200 adultos e 46 crianças) foram desalojadas, principalmente nos bairros Vila Rosa, Jardim Paulistano, Nossa Senhora Aparecida e São José Operário.

Estão empenhados nas ações 20 bombeiros, 105 servidores da prefeitura, membros da Defesa Civil e policiais militares. Voluntários também participam. Os desalojados estão sendo levados para a Escola Municipal Frei Leopoldo, Cristavo e para um galpão cedido pela Lallemand. Algumas pessoas preferiram ir para a casa de parentes.

Os animais domésticos, que não possuem um lugar para ficar, estão sendo encaminhados para a zoonoses municipal. Quem visualizar algum animal em risco pode acionar o Corpo de Bombeiros (193) ou a Defesa Civil (199).

O prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), acompanha a situação de perto
Foto: Igor Nunes (Patos Notícias)

O prefeito, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS), estendeu o decreto para calamidade pública.

Duas pontes urbanas foram interditadas: a sobre o Rio Paranaíba (Arco) no final da Rua Joaquim Fubá e a sobre o Córrego do Monjolo na divisa dos bairros Cristo Redentor e Jardim Paulistano.

Com a interdição da Ponte do Arco, o serviço de coleta de lixo foi reduzido e a população deve diminuir a quantidade de resíduos. Coloque na calçada apenas lixos essenciais (como orgânico – restos de alimentos).

Devido a risco de desmoronamento a Avenida Parque (oposta a Av. Paranaíba) foi totalmente interditada. Já a Rua José de Vasconcelos Souza Martins (acesso a prefeitura) está em meia pista. Todas as vias alagadas, como a Rua Joaquim Fubá, estão com trânsito impedido, acesso permitido apenas para moradores retirarem pertences.

Na zona rural, as estradas estão intransitáveis e algumas casas inundadas. Na região de Pindaíbas uma ponte foi levada pela enchente. A Ponte do Bigode está totalmente fechada.

A prefeitura, através de parceiros, criou uma campanha de arrecadação de itens essenciais e de dinheiro. As doações podem ser feitas através de PIX (caahp@patosdeminas.mg.gov.br). O dinheiro será depositado em uma conta da Defesa Civil e direcionado para ações em prol dos desalojados. Quem preferir pode doar materiais de higiene e limpeza, alimentos, água, roupas de cama, cobertores e colchões. Os pontos de arrecadação são: Cristavo, PROCON (antigo fórum) e nos batalhões da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros.

Algumas rodovias da região estão com trânsito em meia pista. A MGC-354, entre Patos de Minas e Presidente Olegário (km 152 ao 156), está totalmente fechada. Clique aqui e acesse informações atualizadas sobre interdições.

As autoridades concederam uma entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (12) para atualizar as informações. Assista a íntegra:

IMAGENS

Rua Carmo do Paranaíba – Vila Rosa:

Rua Jovelino Pereira de Lima – Vila Rosa:

Rua Ernani Lemos – Jardim Paulistano

Major Porto – Rio Areado:

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

1 Comentário
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Pirilampo
12/01/2022 11:39

Vamos ver agora se vão continuar com a desculpa esfarrapada de falta de água pra nos explorar nos valores das contas de energia elétrica…

A responsabilidade é do respectivo autor. Eles não expressam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.