Dia do Secretariado: quebra de estereótipos marca dia da profissão

Área, por exemplo, não é restrita ao universo feminino
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Por mais que ainda exista o estereótipo de que o trabalho exercido por profissionais de secretariado seja o de mulheres que passam o dia atendendo telefones, fazendo anotações e servindo cafezinhos aos chefes, a profissão passa muito longe disso, além do fato de não ser exclusiva ao feminino. Embora em menor número, os homens estão inseridos na área e também lutam para quebrar estigmas que a sociedade atribui à profissão.

- Continua depois da publicidade -

Infelizmente, ainda tentam estereotipar a nossa profissão. Tudo por conta do machismo existente na sociedade, que faz com que ainda existam piadas do tipo ‘a secretária amante do chefe’. Sempre tentando inferiorizar a mulher e seu papel profissional”, comenta Anderson Miranda, 26 anos, formado no curso de Secretariado Executivo pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Ele, inclusive, acha bastante positivo que as mulheres sejam a maioria na área. “Mostra que as mulheres estão ocupando espaço no mercado de trabalho”, opina Anderson.

Único homem da sua turma, o secretário Anderson não sentiu preconceito das colegas do curso, iniciado em 2014 e concluído no ano passado. “As meninas sempre foram muito receptivas e me apoiaram. Eu sentia um pouco de julgamento quando eu contava para pessoas de fora da universidade. Fiz algumas seletivas e também não sentia que ali havia algum julgamento, apesar de que ainda vejo vagas de emprego em que optam somente pelo sexo feminino”, conta.

A vontade de ingressar na faculdade de Secretariado Executivo se deu justamente pelo curso ser aberto a qualquer pessoa e pela grade curricular ofertar uma infinidade de disciplinas que unem dois de seus maiores interesses profissionais: administração e idiomas.

Na graduação, logo de início temos matérias de introdução à Administração, língua portuguesa e idiomas, que na UFBA são inglês e espanhol. Isso dá uma ideia geral de como vai ser o decorrer do curso. As disciplinas focam muito na boa comunicação e assessoramento, duas das principais atribuições da profissão. Muita gente não sabe, mas pegamos matéria sobre Relações Públicas, Economia, Psicologia e também uma matéria de teatro que trabalha a nossa dicção”, explica o profissional.  

Em relação ao dia 30 de setembro em que anualmente se comemora a profissão, regulamentada desde 1985, a data se baseia na defesa pelos direitos da categoria, além de reforçar o caráter plural da profissão. “Eu acredito que a existência dessa data é importante, pois ajuda no reconhecimento da profissão, de sua importância. Além de ajudar na popularização, tendo em vista que muita gente nem sabe o que faz a pessoa formada em secretariado executivo”, conclui Anderson.

 

Fonte: Roberto Paim – Agência Educa Mais Brasil

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -