Desentendimento por cerveja termina em enxadada na zona rural

A vítima desconfiou que o suspeito teria furtado a bebida e a partir deste instante começou o desentendimento.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Uma rodada de cerveja entre “amigos” acabou terminando em agressão na zona rural de Patos de Minas no início da noite de ontem, segunda-feira (27/08).

De acordo com informações da Polícia Militar, as guarnições compareceram na localidade de Bebedouro das Posses, onde fizeram contato com a vítima, um senhor de 46 anos.

- Continua depois da publicidade -

O homem relatou que estava na companhia de um ‘amigo’ nas margens de um córrego. Ambos faziam consumo de bebidas alcoólicas (cerveja). Em determinado momento o proprietário notou que parte do produto havia sumido, fazendo pensar que ocorrerá um furto.

A vítima então resolveu “deixar queto” e seguiu em direção a residência de uma terceira pessoa onde compraria “umas galinhas”. No meio do caminho encontrou o suspeito do furto que veio para cima do homem e disse que “não tinha roubado nada” e que “era para ele sumir dali, se não iria partir a cabeça dele ao meio com uma enxada”.

Na continuidade dos fatos o suspeito pegou um pedaço de pau e tentou agredir a vítima que conseguiu se desvincilhar do golpe. Não satisfeito, o suspeito se apoderou de uma enxada e golpeou-a. Desta vez, o senhor de 46 anos, não conseguiu esquivar e foi atingido no braço.

A vítima sofreu um corte extenso e profundo, perdeu muito sangue, e foi socorrido as pressas, com a apoio da Polícia Militar, até o Hospital Regional Antônio Dias (HRAD), onde recebeu atendimento no Pronto Socorro.

O suspeito foi identificado como sendo um homem de 26 anos. Ele foi qualificado no boletim de ocorrência, mas até o fechamento desta edição, não havia sido preso.

Foto: Ilustrativa

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -