Denúncia de que transferência de pacientes “deixou hospital vazio e UPA lotada” leva vereadores a visitar o HRAD

Os membros do legislativo visitaram as instalações e afirmaram que marcarão uma reunião com a direção geral da unidade.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

A lotação da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em Patos de Minas é motivo de preocupação das autoridades e sobretudo da população. Alguns casos já foram noticiados, incluindo de parentes de pacientes que apontam a demora no atendimento como causa até de óbitos.

Nesta semana vereadores foram até o Hospital Regional Antônio Dias (HRAD) apurar uma denúncia que afirma que a transferência de atendimentos de menor complexidade para a UPA foi o motivo para os transtornos no sistema público de saúde da cidade. Segundo informações, o Pronto Socorro do HRAD estaria vazio e do outro lado da cidade, a UPA estava lotada.

- Continua depois da publicidade -

A assessoria de comunicação da Câmara Municipal acompanhou a visita dos legisladores membros da Comissão de Saúde Pública e Bem-Estar Social (CSPBES) e divulgaram o balanço na tarde desta quinta-feira (19/07).

Compareceram na visita os membros Isaías Martins de Oliveira (Presidente), Maria Dalva da Mota Azevedo – Dalva Mota, Mauri Sérgio Rodrigues – Mauri da JL. Além dos parlamentares Braz Paulo de Oliveira Júnior, João Batista Gonçalves – Cabo Batista, Otaviano Marques de Amorim e Sebastião Sousa de Almeida – Tião Mariano.

Os políticos foram acompanhados durante toda a visita pelas servidoras Priscila Caixeta Nunes Mundim – Coordenadora da Unidade de Pronto Atendimento, Sueni Monteiro Braga – Auxiliar Administrativo, e Kamylla Nery – Enfermeira Coordenadora da Unidade de Internação. Eles estiveram no pronto-socorro, clínica médica, ala ortopédica, internação, pediatria, entre outras. Dentre os assuntos abordados, destacam-se o gerenciamento de leitos, rede cegonha, quadro de médicos etc.

Segundo o Presidente da Comissão de Saúde, Isaías Martins, os vereadores, não podem interferir em assuntos de nenhum órgão estadual. Todavia, enfatizou que a referida Comissão irá agendar uma reunião com a Diretoria-Geral do Hospital Regional Antônio Dias, juntamente com a Secretária Municipal de Saúde, Denise Fonseca, para que ambas apresentem dados e as questões que envolvem a saúde, com objetivo de traçar ações em âmbito municipal que possam auxiliar nos atendimentos e que não extrapolem a condição do Município.

O balanço do atendimento no HRAD foi disponibilizado e pode ser conferido logo abaixo:

(REDAÇÃO) Triângulo Notícias - Com informações da Assessoria de Comunicação da Câmara Municipal

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -