COVID-19: Patos de Minas diagnostica em média 300 pessoas sem fazer teste

Prefeitura alega escassez de testes e que comprou 50 mil unidades, mas pedido ainda não foi entregue.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Desde o final da primeira quinzena de janeiro/2022, a prefeitura de Patos de Minas restringe a testagem para diagnóstico da COVID-19. A justificativa é uma escassez de kits de testagem no município. A situação se repete em outras cidades brasileiras.

Somente pacientes com sintomas graves ou hospitalizados estão sendo submetidos ao exame para diagnóstico. As demais pessoas, que apresentam sintomas gripais, estão sendo diagnosticadas através de análise clínica.

São em média 300 diagnósticos  por dia, cujo pacientes são afastados para cumprir quarentena que varia 5 a 10 dias. Esses diagnósticos, segundo a prefeitura, não são incluídos no boletim epidemiológico.

A prefeitura alega que comprou 50 mil testes para detecção da COVID-19, contudo o pedido ainda não foi entregue. “Devido à falta de insumos em todo o país” justificou.

Testagem

Em média 400 pacientes, com sintomas graves, são testados diariamente em Patos de Minas, segundo a prefeitura.

Somente na sexta-feira e no sábado (29/01), 216 pessoas testaram positivo. Pelos dados mais recentes, dez patenses estão em estado grave na UTI e outros 19 ocupam leitos clínicos.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.