Bolsonaro cancela Folha de SP mas assinaturas disparam após declaração

Advogados do jornal falaram em violação constitucional.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Bolsonaro Folha de São Paulo Assinaturas Governo Federal Presidente
Foto: Reprodução (Bolsonaro/Facebook)

O presidente da república Jair Bolsonaro disse em entrevista a TV Bandeirantes, na quinta (31), que determinou o cancelamento das assinaturas do Jornal Folha de São Paulo pelo Governo Federal. Segundo ele, a publicação envenena seu governo.

Determinei que todo o governo federal rescinda e cancele a assinatura da Folha de S.Paulo. A ordem que eu dei [é que] nenhum órgão do meu governo vai receber o jornal Folha de S.Paulo aqui em Brasília. Está determinado. É o que eu posso fazer, mas nada além disso.

- Continua depois da publicidade -

Espero que não me acusem de censura. Está certo? Quem quiser comprar a Folha de S.Paulo, ninguém vai ser punido, o assessor dele vai lá na banca e compra lá e se divirta. Eu não quero mais saber da Folha de S.Paulo, que envenena o meu governo a leitura da Folha de S.Paulo.

Mais tarde em uma transmissão nas redes sociais voltou a criticar a Folha de São Paulo e também ameaçou os anunciantes do jornal. “Não vamos mais gastar dinheiro com esse tipo de jornal. E quem anuncia na Folha de S.Paulo presta atenção, está certo?”

Apesar disso, o jornal informou que as assinaturas cresceram substancialmente após a declaração de Bolsonaro. “Menos de 12 horas depois, o número de novas assinaturas da Folha já era o quíntuplo da média para o período” informou a empresa jornalística.

Os advogados da Folha de São Paulo criticaram a postura de Bolsonaro e falaram em violação dos princípios constitucionais da moralidade e da impessoalidade na administração pública. “Trata-se de atitude típica de governos totalitários. Chávez e Maduro, por irônica que seja a comparação, fizeram exatamente a mesma coisa com a imprensa na Venezuela. Os veículos todos são ameaçados, não apenas a Folha“, disse a advogada Taís Gasparian.

Nas redes sociais internautas defenderam que assinar o jornal é um ato resistência. “É um jornal que respeito. Acho um abuso o que este senhor está fazendo, e quero apoiar a Folha, mesmo que modestamente” disse um leitor do sul de Minas Gerais.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -