Avó de Michelle Bolsonaro fica em corredor de hospital e diz "ela [se] afastou de mim"

A avó da primeira-dama fraturou o fêmur. Ela mora em uma favela de Brasília.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Avó de Michelle Bolsonaro fica em corredor de hospital e diz ela [se] afastou de mim
Maria Aparecida, em 2018, e a neta Michelle Bolsonaro
Foto: Montagem – Reprodução (TV Brasília) e Marcelo Camargo/Agência Brasil

Enquanto a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, vive com conforto no Palácio da Alvorada em Brasília, sua avó sobrevive em uma favela em Ceilândia, cidade satélite da capital. O Jornal Folha de São Paulo revelou que Maria Aparecida de 78 anos ficou três dias aguardando por atendimento médico.

A aposentada ficou deitada em uma maca no corredor de um hospital público. Em entrevista a um jornalista da Folha, ela revelou que uma de suas galinhas passou para a casa da vizinha.

Fui pedir à mulher para pegar a galinha. O pitbull avançou no portão. Se ele pega meu rosto, tinha acabado comigo. Aí, naquele susto, caí de costas. Caí, quebrei meu fêmur e estou no corredor de espera.

Maria Aparecida foi transferida ontem, sábado (10/08), para o Hospital Base. A transferência, no entanto, só aconteceu por causa da repercussão na mídia nacional.

“Não tenho roupa para ir lá […]”

Ainda em entrevista a Folha de São Paulo, a avó de Michelle Bolsonaro revelou que não vê a neta há cinco anos.

Sou vó dela, [mas] ela ainda não sabe [do acidente]. Tenho o telefone dela não. Que não falo [com Michelle], tem já cinco anos. O dia que o pai dos meus filhos morreu, ela que pagou o enterro, ficou com a gente lá. Foi o último dia que eu vi.

Ela [se] afastou de mim. Não quis nada mais comigo. Era meu prazer se ela viesse, [mas] ela não vem não.

Em abril a Revista Veja revelou que Maria Aparecida não foi convidada para a cerimônia de posse de Jair Bolsonaro. Ainda segundo a publicação, nem a mãe da primeira-dama foi a solenidade:

A avó de Michelle também conversou com jornalistas de Veja e declarou:

Aprendi que só vamos a pessoas importantes quando somos convidados. É minha neta, cresceu lá em casa, mas agora ela é a primeira-dama.

Além disso, se eu chegar assim (diz apontando para as próprias roupas), posso ser destratada, e isso vai me magoar. Eu não tenho roupa, sapato, nada disso, para frequentar esses lugares.

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.