Após perseguição e troca de tiros, casal é preso com um quilo de cocaína na estrada da Serrinha em Patos de Minas

A droga teria sido adquirida em Uberlândia pela quantia de 21 mil reais.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A Polícia Militar prendeu um casal por suspeita de tráfico de drogas. A prisão aconteceu na noite desta segunda-feira (10/08) na rodovia da PMS-020, conhecida como “Estrada da Serrinha”, que liga a BR-365 à “Ponte do Arco”, no Bairro Nossa Senhora Aparecida. Os militares apreenderam uma barra de cocaína de aproximadamente um quilo e dinheiro. Um rapaz de 32 anos e uma mulher de 22 anos foram presos. Já um rapaz de 28 anos, que supostamente seria o dono da droga, não foi encontrado.

Segundo informações do boletim e ocorrência, os militares receberam a informação de que um indivíduo que o suspeito de 28 anos receberia, nessa segunda-feira, grande quantidade de droga e que o local do recebimento seria na região central da cidade. Dessa forma, os militares passaram a monitorar a região e conseguiram abordar o suspeito que estava na companhia de outro indivíduo. Eles estavam em um veículo GM/S10 cor marrom. Durante as buscas no veículo e nos indivíduos, nada foi localizado e eles foram liberados.

Posteriormente, a mesma testemunha relatou que a droga ainda não havia chegado e que ela estaria sendo trazida de Uberlândia, repassando inclusive, as características do veículo que se encontrava o produto, o qual seria um VW/GOL cor prata. As viaturas deslocaram sentido BR-365 e depararam com o carro que cruzou passou pelo local em alta velocidade, sentido a Patos de Minas. O veículo passou por outra viatura, sendo dado sinal de parada o que foi desobedecido. A equipe do Tático Móvel iniciou perseguição pela rodovia até chegar na estrada da serrinha, a qual foi acessada pelo veículo em fuga. Durante a perseguição, os suspeitos chegaram a efetuar disparos contra a viatura, que revidou.

A passageira do veículo começou a jogar objetos pela janela em meio ao matagal nas margens da estrada. Os policiais acertaram o pneu traseiro do carro, o que obrigou o motorista a parar o veículo. Após os indivíduos serem abordados. Foram procedidas as buscas pessoais e no veículo, na carteira motorista de 32 anos foi localizada a quantia de R$ 522,00 (quinhentos e vinte e dois reais) e na bolsa da passageira de 22 anos foi localizada a quantia de R$55,00 (cinquenta e cinco reais). Os militares questionaram aos indivíduos do porquê da fuga e sobre a arma de fogo, tendo os indivíduos permanecidos calados.

Buscas foram iniciadas em meio ao matagal na beira da estrada onde a passageira dispensou os materiais e foi localizado um invólucro de cor azul sendo constatado que se tratava de substância semelhante à cocaína, novas buscas foram realizadas no intuito de localizar outros ilícitos, porém devido ao mato seco e denso, nada foi localizado pelos militares.

O suspeito foi questionado sobre o tempo em que estava envolvido com o tráfico, tendo ele afirmado que a droga não era dele, que era do rapaz de 28 anos abordado pela PM mais cedo e que apenas foi buscar a droga em Uberlândia. O suposto dono da droga passou a quantia de vinte um mil e quinhentos reais, que pagou vinte um mil pelo produto e quinhentos reais era para despesas com a viagem. O celular do suspeito foi apreendido tendo em vista a possibilidade de utilização do aparelho para negociações a respeito do tráfico de drogas.

Questionando a passageira sobre a droga, tendo ela afirmado que apenas faz programa com o suspeito e que ele havia chamado para irem na cidade de Uberlândia, não repassando o motivo. Os militares questionaram sobre a dispensa dos materiais no matagal às margens da estrada da serrinha, tendo ela se mantido calada.

Os suspeitos presos foram encaminhados até o pronto atendimento para recebimento de atendimento médico. Rastreamentos foram realizados no intuito de localizar novamente o rapaz de 28 anos, porém este evadiu, não sendo localizado até o momento. O casal foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Patos de Minas.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS