Zema cobra vacinação de policiais e professores

Governador pleiteou alteração no calendário do Plano Nacional de Imunização para inclusão desses grupos logo após os idosos de 60 anos.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Gil Leonardi / Imprensa MG

O governador Romeu Zema participou, nesta sexta-feira (26/3), por videoconferência, da primeira reunião com o Comitê Gestor nacional de enfrentamento da pandemia de covid-19. Ele cobrou o cumprimento dos critérios do Plano Nacional de Imunização (PNI), de forma a garantir a vacinação de todos os idosos, e pediu prioridade no calendário às forças de Segurança e aos professores. O encontro foi coordenado pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco e teve a participação dos demais governadores.

“Minas e outros estados solicitaram que o PNI garanta a vacinação de policiais e professores logo após os idosos de 60 anos. Eles precisam ter prioridade, mas o calendário nacional precisa ser alterado para atender categorias tão importantes. Pelo Plano Nacional, a expectativa é que a vacinação de todos os idosos aconteça ainda no mês de abril. Estou empenhado no cumprimento dessa meta. Vamos vacinar para preservar mais vidas”, afirmou o governador. “Precisamos ter um procedimento único para que nenhum grupo ou estado tenha privilégios. A vida é um direito de todos e ninguém pode ser tratado de modo diferente”, completou.

Outro alerta feito por Zema foi em relação ao fornecimento de insumos aos Estados. Existe uma preocupação com o baixo estoque de medicamentos em Minas Gerais, especialmente no que diz respeito ao kit intubação, fundamental para o atendimento dos pacientes mais graves.

“Um dos problemas que estamos enfrentando é a redução do estoque de medicamentos, principalmente sedativos. Se não houver fornecimento breve, logo teremos falta de insumos que poderão custar a vida de pessoas. Esse problema tem que ser tratado urgentemente”, advertiu o governador.

O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, também participou da reunião.

Comitê

A criação do comitê nacional foi oficializada nesta quinta-feira (25/3). O grupo é formado pelo presidente Jair Bolsonaro, além dos presidentes da Câmara, Arthur Lira, e do Senado, Rodrigo Pacheco, este responsável por receber as demandas dos governadores no combate à pandemia e apresentá-las ao comitê.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.