Votação é tranquila em SP, diz presidente do TRE

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, Carlos Eduardo Cauduro Padin, informou que as duas primeiras horas deste segundo turno das eleições transcorreram de forma tranquila nos locais de votação nos 645 municípios paulistas, onde mais de 33 milhões de  pessoas estão aptas a escolher seus candidatos. Até as 10h, não foi registrada nenhuma prisão e nem o registro de casos de infração por boca de urna.

“Começamos bem e vamos terminar muito melhor”, disse o desembargador. Mas, em razão de haver poucas filas nesta manhã, ele apelou para o bom senso dos eleitores, recomendando que não deixem para comparecer às urnas na última hora, sob pena de enfrentar transtornos e desconforto.

- Continua depois da publicidade -

De acordo com o primeiro boletim divulgado pelo TRE-SP, 169 urnas tiveram de ser substituídas no início da votação, entre elas cinco por defeitos no teclado e dez por terem sido cortados os cabos, durante um ataque à Escola Estadual Humberto de Campos, em Sorocaba. “Estamos apurando isso”, afirmou Padin, sem dar maiores detalhes.

Em 446 seções, houve atraso de até dez minutos para o início do pleito por motivos diversos. A previsão do presidente do TRE de São Paulo é de que o nome do novo governador seja conhecido antes das 20h.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -