Vítima vê produtos furtados no telhado do vizinho e várias pessoas são presas

O caso aconteceu no Bairro Montreal. Além do suposto autor do furto, vários suspeito de receptação foram parar na delegacia.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação

Uma residência foi alvo de criminosos no Bairro Montreal em Monte Carmelo. O principal suspeito de ser o autor do crime é o vizinho da vítima, um jovem de 24 anos.

De acordo com a Polícia Militar, na última quarta-feira (15/08) a vítima descobriu que vários objetos furtados estariam no telhado deste vizinho. As guarnições foram acionadas e compareceram no local.

- Continua depois da publicidade -

Os militares foram até o imóvel e conversaram com o irmão do suspeito que estava exaltado e nervoso. Diante disso, ele teve que ser preso por desobediência, porém foi liberado depois da assinatura do TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência).

No telhado foram encontrados alguns bens furtados e no interior da casa outros produtos, como gêneros alimentícios. Todo o material foi reconhecido pela vítima como sendo de sua propriedade.

Após buscas, o suspeito foi encontrado trancado no interior de um quarto. A porta foi arrombada e em seguida o mesmo foi preso. Depois que os objetos foram reconhecidos pela vítima, o jovem resolveu contar para quem havia repassado os demais pertences. Os receptadores foram identificados e diligências foram feitas para localiza-los.

Nas casas de duas mulheres foram encontradas peças de roupas, uma balança e um forno micro-ondas. As duas, de 22 e 29 anos, foram presas.

Na residência de um homem de 47 anos foi encontrada uma bicicleta. Questionado, ele afirmou que havia comprado pelo preço de 60,00 reais.

Na casa de um segundo homem foi achado um notebook que teria sido adquirido por 200,00 reais.

Outro receptador foi localizado. Esse teria comprado um aparelho televisor, porém o equipamento não encontrado. O suspeito negou os fatos.

O suposto autor do furto, jovem de 24 anos, ainda disse aos policiais que havia vendido outros produtos domésticos para o dono de um bar. As guarnições foram ao referido estabelecimento, mas o mesmo estava fechado, não sendo possível contato com o suspeito de receptação.

Todos os suspeitos foram encaminhados para a delegacia de Polícia Civil, juntamente com o material apreendido. O caso continuará sendo investigado, afim de que os demais receptadores também respondam por seus atos.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -