Vereadores pedem ao prefeito vacinação dos profissionais da educação

Um ofício foi encaminhado para Luís Eduardo Falcão (PODEMOS).
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Os vereadores de Patos de Minas enviaram na última semana o ofício DALEG-CM nº 01/0105/2021, ao prefeito Luís Eduardo Falcão Ferreira, solicitando a inclusão dos profissionais da educação, das redes pública e privada, no Grupo 1 do Plano Municipal de Vacinação contra a Covid-19. Atualmente, os profissionais da educação da rede pública e da rede privada, inclusive integrantes da rede do Município de Patos de Minas, estão incluídos apenas no Grupo 4 das prioridades elencadas pelo Plano Nacional de Imunização, ainda sem data prevista para seu início.

A iniciativa foi encabeçada pelo membro da Comissão de Educação, Cultura, Turismo, Esporte e Lazer (CECTEL) da Câmara Municipal de Patos de Minas, vereador Daniel Amorim Gomes – professor Daniel e contou com a adesão de todos os demais vereadores da Casa Legislativa.

Os vereadores manifestam ser inviável o restabelecimento das aulas no modo presencial ou híbrido sem que seja considerada a possibilidade e a efetivação de antecipar a imunização dos profissionais da educação. No ofício, os parlamentares inclusive elencam os grupos que se enquadrariam na vacinação prioritária dos profissionais da educação: “àqueles que exercem atividades de docência e os que oferecem suporte pedagógico direto ao exercício da docência, incluídas os de direção ou administração escolar, planejamento, inspeção, supervisão, orientação educacional e coordenação pedagógica, bem como o grupo de profissionais de limpeza, alimentação, portaria e segurança, sejam eles efetivos ou contratados”.

Além disso, os representantes do Legislativo Municipal salientam que a Prefeitura goza de plena competência para determinar a medida, em vista do julgamento da ADI nº 6341[3], pelo Supremo Tribunal Federal, que reconheceu a competência concorrente dos entes da Federação para adoção de medidas de enfrentamento do novo Coronavírus. “Por meio desta decisão, os Municípios passaram a assumir responsabilidades para definição de regras locais de isolamento, quarentena, interdição de locomoção, serviços públicos e atividades essenciais e de circulação”, reforçam os vereadores.

Os vereadores de Patos de Minas também abordam sobre a expectativa da população da cidade de Patos de Minas para efetivação e eficácia do Plano de Imunização; reconhecem os esforços e iniciativas da secretária municipal da Saúde diante do desafio que o estado de emergência gerou e das perdas diárias de vidas durante a pandemia; e exprimem ser de conhecimento público que o prefeito Luís Eduardo Falcão reafirmou o compromisso com a educação, bem como o desejo de retorno às atividades presenciais.

Nesse sentido, os parlamentares consideram imprescindível um olhar ampliado para que todo o sacrifício, investimento de verba pública e esforços humanos não sejam em vão. “É necessário levar em consideração o caráter emergencial da imunização de determinadas categorias profissionais que ficaram relegadas a posições não prioritárias no Plano de Imunização”, endossam os vereadores, que, ao final do ofício, reiteram ser “necessário que o Município promova a inclusão dos Profissionais da Educação do Município de Patos de Minas no Grupo 1 do Plano Municipal de Vacinação”.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

3 Comentários
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Angela Maria
17/05/2021 13:34

Na minha opiniao ja deveriam ter vacinado a muito tempo.Como voltar as aulas presenciais sem vacinar os professores?

Alguém
17/05/2021 13:21

Os professores ganha vacina e os alunos não ? Palhaçada

Rita
Responder a   Alguém
17/05/2021 13:46

Pois é se não vacinarem professores não voltarão as aulas porque eles estão em contato direto por 4horas com crianças,jovens e adultos.O maior foco presencial é escola pois a família toda esta nele,
e não tem distanciamento e nem é rápido o contato como nos demais setores, são 4 horas direto.

A responsabilidade pelo comentário é totalmente de seu respectivo autor. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos automaticamente. Achou um comentário ofensivo? Clique em "denunciar".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.