Patos de Minas 

Vereador quer obrigar detectores de metal em boates, estádios e shows

A proposta é de João Marra, do Patriota.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Divulgação (TecSecurity)

O Projeto de Lei nº 5401/2022 propõe o uso obrigatório de detectores de metais nas boates, casas noturnas, estádios e eventos com shows de qualquer natureza em locais fechados. A proposta será apresentada nesta quinta-feira (24/02) na reunião ordinária da Câmara Municipal de Patos de Minas. O projeto de lei é de autoria de João Marra (Patriota).

O texto ainda obriga que os proprietários de boates e casas noturnas possuam um equipamento de detector de metais, fixo ou móvel, funcionando na entrada dos estabelecimentos, sendo obrigatório o uso para todos os clientes. Os estabelecimentos terão prazo de 90 dias após a promulgação da lei para se adequarem.

Além disso, as pessoas que tiverem porte de arma, terá que deixar o objeto no carro ou em local seguro dentro do estabelecimento, para que seja devolvido apenas na saída, exceto em se tratando de militares e agentes de polícia.

A lei também prevê que as pessoas que se negarem a passar pelo detector sejam impedidas de entrarem nos locais, exceto os policiais. Quem tiver marca-passo, prótese ou similar deverá apresentar comprovante.

Ainda de acordo com o projeto, o não cumprimento propiciará a aplicação de advertência, multa de 400 UFPM (R$ 2.395,00), aplicada em dobro em caso de reincidência e suspensão temporária da atividade no caso de nova reincidência, a qual permanecerá até a adoção das medidas impostas por esta lei.

O Patos Notícias conversou com um proprietário de boate em Patos de Minas que ressaltou que o projeto tem que ser mais amplo. Segundo ele, que não quis se identificar, a busca deve ser obrigatória e não o detector de metais. “Tem locais que a busca não é feita. O detector de metais vai indicar chaves, moedas e outras coisas e até alguns eletrônicos. Já com a busca, é possível ver se a pessoa está entrando com drogas e outros tipos de ilícito, além de armas”, ressaltou.

Justificativa apresentada pelo autor do projeto:

O projeto ora apresentado tem o objetivo de proporcionar mais segurança aos frequentadores de boates, casas noturnas e eventos com shows de nosso Município.

É notório o aumento da violência na sociedade em geral, por vários motivos, assim como é evidente o aumento das medidas de proteção individual e coletiva, haja vista a preocupação do cidadão comum em dotar a residência ou local de trabalho de equipamentos que lhe proporcionem maior sensação de segurança, bem como a atuação efetiva dos órgãos públicos na proteção da comunidade.

Por outro lado, os confrontos de pessoas ou grupos, especialmente de jovens frequentadores da vida noturna das cidades brasileiras, são muito preocupantes (mesmo com a pandemia), o que acaba tirando o sossego de muitas famílias e, muitas vezes, ocasionando perdas irreparáveis.

Assim, este projeto de lei busca evitar que pessoas mal-intencionadas adentrem esses estabelecimentos e eventos portando armas (de qualquer espécie), como forma de, assim, contribuir para o combate à violência, uma vez que possibilitará a identificação de pessoas que se envolvem em confrontos, os quais, infelizmente, ocorrem, com regularidade, nesses lugares.

Portanto, diante da importância do significado desta iniciativa e por se tratar de medida de grande importância para a segurança da sociedade em geral, conto com o apoio de meus nobres pares, mediante o voto favorável para a aprovação da matéria proposta.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

2 Comentários
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Pirilampo da Silva
23/02/2022 19:21

Taí uma ideia boa até que enfim. Muitas mortes e ferimentos podem ser evitados com essa simples medida. Não é 51, mas é uma boa ideia.

Segurança
23/02/2022 17:23

O que adianta detector se os organizadores e donos de boates não investem em segurança ? Detector de metal não resolve nada , pois há muitas armas que são feitas de polímero e esse material não pega no detector , enquanto um evento prescisaria de 30/40 segurança os donos de boates e eventos querem trabalhar com a menor quantidade possível ,ou seja 10/15 seguranças no local … O erro e tanto dos próprios donos e de quem fiscaliza esses locais/eventos ! Que pelo visto não a fiscalização em relação a segurança , então meu caro vereador seu projeto não irá… Ler mais...

A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.