Vereador diz que não tem medo de falar e cogita processar quem o chamou de homofóbico

José Luiz (PODEMOS) criticou a assessoria da câmara por usar a personagem de Paulo Gustavo, Dona Hermínia, para homenagear as mães.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Um comentário do vereador José Luiz (PODEMOS) causou repercussão nas redes sociais no último domingo (9/5). O perfil institucional da Câmara Municipal, no instagram, postou uma homenagem ao Dia das Mães e usou a personagem interpretada pelo ator Paulo Gustavo, Dona Hermínia, para representar a figura materna.


José Luiz comentou na imagem:

Será que não poderiam ter feito outra arte? Mais profunda e dedicada as verdadeiras mães? A Câmara Municipal de Patos de Minas não pode ser extensão da militância esquerdista. Não é a primeira vez que utilizam os canais de comunicação da Câmara para militar/lacrar.

Após a postagem vários internautas criticaram a postura do parlamentar e alguns o tacharam de homofóbico. Nesta segunda-feira (10) o Patos Notícias procurou José Luiz e pediu um posicionamento a respeito do assunto. Segundo ele, a câmara poderia ter utilizado uma mãe feminina para homenagear, como a própria mãe de Paulo Gustavo, Déa Lúcia. “Será que aqui em Patos não tem uma mulher que possa representar a figura feminina da mãe? Várias pessoas ficaram chateadas, mas muitos tem medo desta perseguição política, eu não tenho medo nenhum, falo o que eu penso mesmo, não escondo nada” destacou.

O vereador ainda disse que cogita processar aqueles que o chamaram de homofóbico. “Em que momento eu fui homofóbico? E se chamar de genocida ai que eu levo na Justiça mesmo” afirmou ele a reportagem. Em um vídeo, postado em seu instagram, ele afirmou que não tem nada contra os homossexuais. “Eu não tenho problema nenhum, nenhum, com a opção sexual de cada um. Eu quero mais é que todos sejam livres e felizes com o que bem escolherem”.

Nos comentários internautas criticaram o vereador. “Porque tudo que se refere a GLBT é coisa de esquerdista? Há também homossexuais de direita, muitos que não concordam com Bolsonaro, outros apoiam Lula. Generalizar é a forma mais agressiva de fobia” comentou um internauta. “Homenagem grandeosa, todas temos um pouco de Herminia no desafio de maternar” escreveu outra internauta.

José Luiz informou que o comentário não foi somente por causa da postagem do Dia das Mães, mas devido a postura “esquerdista” adotada pela assessoria em outras postagens. Ele citou uma publicação do Dia da Mulher, 8 de março, na qual o perfil institucional postou uma imagem onde aparecem as fotografias de Frida Kahlo, pintora mexicana e Marielle Franco (PSOL), ex-vereadora assassinada em 2018. O parlamentar afirmou que pretende se reunir com a mesa diretora para tratar do assunto. “A instituição Câmara não pode emitir opiniões politizadas”.

A presidência da Câmara dos Vereadores não se manifestou sobre o caso. Assista a íntegra do vídeo postado por José Luiz:

 

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Comments System WIDGET PACK

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade é integral do autor de cada comentário. Comentários ofensivos podem ser removidos sem autorização prévia. Ao comentar, você concorda com a Polícia de Privacidade e Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.