Veja o que muda na saúde de Patos de Minas com o fechamento do São Lucas

Santa Casa de Misericórdia absorverá maior parte da demanda pelo SUS.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Santa Casa de Patos de Minas
Foto: Lélis Félix (Patos Notícias)

Em entrevista coletiva, a Secretária Municipal de Saúde confirmou que o Hospital São Lucas encerra o atendimento pelo SUS nesta segunda-feira (18). O município tentou prorrogar o atendimento por mais 60 dias, contudo o hospital não atendeu o pedido.

O encerramento consiste no fim da entrada de novos pacientes, ou seja, aqueles que já estão em tratamento continuam sendo atendidos até que ganhem alta.

Confira as mudanças que ocorrem no fluxo de atendimento a partir desta semana:

COVID-19: As síndromes respiratórias continuarão na Santa Casa. Existe um espaço separado para garantir a segurança dos demais pacientes;

Obstetrícia de Baixo Risco: O Pronto-Atendimento para gestantes ocorrerá na Santa Casa de Misericórdia;

Obstetrícia de Risco: As gestantes serão atendidas pelo Hospital Regional Antônio Dias (HRAD);

Partos: Serão feitos em hospitais particulares através de convênio com o CISALP (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto Paranaíba);

Oncologia: A Clínica AZ do Noroeste continuará funcionando através de contrato com a prefeitura. A internação ocorrerá na Santa Casa.

Ortopedia: Será transferida para a Santa Casa em breve. O objetivo será desafogar a UPA. A mudança ocorrerá nos próximos dias;

Agendamento de consultas via Secretaria Municipal de Saúde:

Outro fluxo que será redirecionado é a forma de agendamento de consultas da Secretaria Municipal de Saúde. Hoje, o agendamento acontece com distribuição de cotas, realizada pelas unidades de saúde da família, sem observar, de forma geral, as prioridades por especialidades e o quantitativo de consultas necessário frente à demanda das equipes e da população.

A partir desta segunda-feira (18/10), as USFs utilizarão sistema informatizado para lançar as necessidades detalhadas de cada paciente e de suas consultas. Os dados serão encaminhados para a Central de Marcação (criada pela Secretaria de Saúde), onde profissionais reguladores irão avaliar as prioridades, agendando as consultas de acordo com a gravidade dos pacientes e não mais pelo sistema de cotas por equipe.

Dessa forma a marcação de consultas especializadas acontecerá de forma mais justa e ágil, otimizando e agilizando o serviço das USFs e a resposta ao paciente.

Cirurgias e demandas de exames:

A partir de 18/10, a população que necessitar de atendimento dos setores de Tratamento Fora de Domicílio (TFD) e Alta Complexidade, deverá dirigir-se à USF de referência.

Para informações sobre cirurgias ou exames e sobre o transporte intermunicipal para tratamento fora de Patos de Minas, os pedidos serão realizados pelas USFs, e os pacientes terão o retorno em até 24 horas, podendo ser requisitado também on-line, por meio do Aprova Digital.

A mudança aconteceu devido à grande procura nos setores mencionados acima e também à perda de vínculo dos pacientes com suas unidades de atendimento de origem.

Assista a íntegra da coletiva:

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.