Veja como foi o natal de Lula na prisão

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
48398752_2054941221241534_9179909201202249728_n.jpg
Foto: Ricardo Stuckert (ARQUIVO)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi preso no dia 7 de abril de 2018 após ser condenado em segunda instância no caso do triplex do Guarujá. Esse foi o primeiro natal que o petista passou longe da família e dos apoiadores.

Era por volta das 19h quando a vigília de natal começou do lado de fora do prédio da Polícia Federal em Curitiba. Militantes do Partido dos Trabalhadores (PT) e políticos participaram.

001 Lula
Concentração de apoiadores em Curitiba. Foto: Reprodução (Rede Social)

Uma carta, escrita por Lula, foi lida para todos os presentes. Confira a íntegra abaixo:

Meus amigos e minhas amigas,

O Natal é a época do ano em que lembramos com mais força da vinda de Jesus, dos ideais de solidariedade e bondade cristãos. Nos aproximamos da família e dos amigos, celebramos juntos, nos abraçamos e reunimos força para o ano seguinte.

Esse Natal não poderei estar junto fisicamente com a minha família, meus filhos e netos. Mas não estou sozinho. Estou com vocês da vigília, que tem sido minha família, e com todos aqueles que vieram passar esse Natal junto de vocês.

Quero agradecer a companhia que tem me feito a cada dia, todo o dia, durante essa provação, no frio do inverno do Paraná ou no calor que tem feito esses dias.

Sigamos fortes. O ódio pode estar na moda, mas não temam nem se impressionem com essas pessoas posando de valentões. O tempo deles vai passar e a verdadeira mensagem de Jesus, um marceneiro que foi perseguido pelos vendilhões do templo, pelos soldados e pelos promotores dos poderosos, vai continuar a ecoar em cada Natal: uma mensagem de amor, fraternidade e esperança.

A luta por um mundo melhor continua.

Feliz Natal,

Lula

Os militares, cerca de 300, também tiveram uma ceia especial. Pelo que foi apurado cada um levou um pouco de alimento que foi compartilhado com o ‘próximo’.

002 Lula a
Músico tentou ‘alegrar’ noite do ex-presidente na prisão. Foto: Reprodução (Rede Social)

Um trompetista também tocou uma canção em homenagem ao ex-presidente.

Nesta terça-feira (25) a defesa ingressou com uma ação para Lula participasse do funeral do advogado e ex-deputado federal Sigmaringa Seixas. O pedido foi negado pela Justiça Federal do Paraná.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS