Várias categorias confirmam participação no protesto de amanhã (28) em Rio Paranaíba

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Vários servidores públicos irão paralisar as suas atividades. Alguns setores privados também apoiarão o movimento. O ato irá começar às 9h na praça central. 

Último protesto aconteceu em 31 de março no centro de Rio Paranaíba
Foto: Thiara Klein (Rádio Paranaíba)

Amanhã, sexta-feira (28), acontecerá em todo Brasil uma grande manifestação contra as reformas da previdência e trabalhista. Em Rio Paranaíba, vários setores irão paralisar a suas atividades e promoverão um ato a partir das 9 horas da manhã. A concentração será na praça Hilarino Alves da Rocha e em seguida os manifestantes deverão seguir pela Rua Capitão Franklin de Castro.

As escolas da rede municipal e estadual irão paralisar suas atividades. A informação foi confirmada pela Secretaria de Educação e pela direção de duas escolas. Na Universidade Federal de Viçosa, professores e alunos irão ao centro da cidade, manifestar contra as propostas de Michel Temer.

- Continua depois da publicidade -

Das quatro agências bancárias da cidade, uma deverá ficar fechada. Os funcionários do Banco do Brasil cruzar os braços. As agências da Caixa Econômica, Bradesco e Sicoob irão funcionar, conduto dependendo da posição do sindicato, essa decisão poderá ser revista.

Já a prefeitura de Rio Paranaíba deverá funcionar normalmente. Segundo o assessor de gabinete, nenhuma informação a respeito de paralisação foi repassada ao executivo até o final da manhã desta quinta-feira (27). 

A Polícia Militar prestará apoio e garantirá a segurança de todos os participantes. Segundo o tenente Adriano, o efetivo será o mesmo, haja vista que os últimos atos foram pacíficos. Contudo, caso necessário, reforços podem serem solicitados.

LEIA MAIS: Várias cidades da região confirmam participação no protesto de amanhã (28)

Lélis Félix Souza
Triângulo Notícias
27/04/2017

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -