Varginha recebe o circuito dos Fóruns Regionais de Governo

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A extensa programação do circuito dos Fóruns Regionais de Governo chega nesta quinta-feira (28/9) ao Território Sul, formado pelos microterritórios de Alfenas, Itajubá, Lavras, Poços de Caldas, Pouso Alegre, São Lourenço, Três Corações, Três Pontas e Varginha. O circuito prevê a transferência simbólica do gabinete do governador Fernando Pimentel para o município de Varginha, sede do décimo terceiro evento da temporada.

As atividades, abertas à população, serão no Centro Administrativo do Sul de Minas, de 8h às 17h.  O complexo de 32 mil metros quadrados vai receber as cerca de 150 ações dos mais de 40 órgãos do Estado, que vão prestar contas das políticas públicas executadas no Território Sul, esclarecer dúvidas e disponibilizar serviços aos prefeitos, empreendedores, agricultores familiares e aos cidadãos dos 118 municípios do território. 

O público poderá visitar as feiras da agricultura familiar, da economia popular solidária e a exposição do artesanato local. Paralelamente, serão realizadas palestras, oficinas e debates.

Debate público

Assunto de interesse dos municípios, o acerto de contas entre Minas e a União será pauta de um debate público, programado para às 10 horas da manhã, com a participação da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). O tema se refere às perdas de Minas Gerais com a Lei Kandir, que desonerou do ICMS os produtos exportados pelos estados.

Durante o debate, serão apresentados os valores que seriam destinados a cada um dos 118 municípios do Território Sul. Estima-se que Minas Gerais deixou de arrecadar cerca de R$ 135 bilhões. Desse montante, os municípios teriam direito a aproximadamente R$ 33 bilhões, ou seja, 25% do total.

Circuito

O circuito dos Fóruns Regionais de Governo começou em maio deste ano e já esteve nos territórios Triângulo Norte (Ituiutaba), Norte (Montes Claros), Mata (Juiz de Fora), Caparaó (Manhuaçu), Noroeste (João Pinheiro), Central (Abaeté), Médio e Baixo Jequitinhonha (Almenara), Mucuri (Nanuque), Sudoeste (Passos), Metropolitano (Betim), Alto Jequitinhonha (Itamarandiba) e Triângulo Sul (Frutal).

Esta etapa reforça a política de regionalização das ações implantada por Fernando Pimentel. O governador tem reiterado a importância dos Fóruns Regionais como instrumento de gestão pública.

“O Fórum Regional é a coisa mais importante que temos no Governo hoje. É a forma de a gente estar perto das pessoas, escutar as lideranças de cada região, ter humildade para chegar perto, ouvir as reivindicações, as críticas. É dessa forma que a gente consegue governar o Estado com mais eficiência”, destaca Pimentel.

Para o secretário Extraordinário de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif), Wadson Ribeiro, a participação popular se tornou uma “marca deste Governo”. “O Fórum Regional é um movimento vivo e ativo. Minas Gerais está conseguindo se manter presente em todas as regiões do estado, mesmo com as dificuldades financeiras encontradas”, diz Ribeiro.

Os Fóruns Regionais de Governo estão vinculados à Seedif. Para esta etapa, a secretaria tem realizado, desde o início de 2017, reuniões com os interlocutores dos órgãos de Governo para planejar as ações que são levadas a cada território.

O coordenador dos trabalhos, Fernando Tadeu David, subsecretário dos Fóruns Regionais, observa que o evento é uma oportunidade para que o cidadão conheça de perto o que está sendo feito pelos órgãos estaduais, tirar dúvidas, consultar a equipe técnica e fazer solicitações.

Convênios e protocolo de documentos

O circuito dos Fóruns contém atividades específicas para os prefeitos e gestores públicos. As secretarias de Governo (Segov), Planejamento e Gestão (Seplag), Transportes e Obras Públicas (Setop) e Cidades e Integração Regional (Secir), por exemplo, vão esclarecer dúvidas em relação às parcerias com o Estado, ao calendário de celebração de convênios e ao protocolo de documentos.

Durante o evento em Varginha, os representantes das prefeituras vão conhecer o Programa de Apoio aos Municípios e ao Desenvolvimento Regional, que prevê a doação de um projeto técnico de engenharia e arquitetura para prefeituras com menos de 100 mil habitantes.

Eles ainda receberão orientações sobre os convênios de obras públicas e a doação de materiais, como mata-burro, vigas e bueiros metálicos. 

O plantão técnico vai informar como funciona a Rede de Desenvolvimento Institucional e Capacitação dos Municípios (Redic), assim como fornecer uma cartilha com orientações.

O prefeito poderá se guiar pelo documento para ter acesso às políticas públicas de planejamento das cidades, regularização fundiária, saneamento básico, infraestrutura urbana, habitação e associativismo por consórcios públicos.

A superintendente de Apoio Institucional aos Municípios da Segov, Ana Carolina Queiroz, explica que o objetivo é estreitar o relacionamento com as prefeituras, oferecendo assessoramento técnico e oportunidades de captação de recursos. “Estaremos inclusive protocolando documentos para agilizar sua tramitação”, afirma Queiroz.

Diversos programas de incentivo econômico também serão apresentados aos representantes das prefeituras, que vão poder firmar parcerias com a Junta Comercial de Minas Gerais para a implantação da Sala Mineira do Empreendedor em sua cidade.

Segundo Gabriel Tavares, gerente de Integração da Jucemg, a meta é implantar o serviço em 300 municípios mineiros até 2018.

Piscicultura

O encontro em Varginha terá espaço para uma roda de conversa sobre a produção de peixe, atividade com grande potencial no Sul de Minas, região que dispõe de significativo espelho d´água.

Técnicos da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário (Seda) vão traçar a perspectiva econômica da piscicultura e apresentar as políticas públicas do Governo do Estado para o setor.

O público alvo, principalmente os agricultores familiares, vai ouvir sobre a importância de diversificar a produção. Segundo a diretora de pesca da Seda, Izabella Resende, a criação de peixe tem um mercado promissor que cresce a cada ano no Brasil. Ela informou que o consumo no país já supera a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), de 12 para 14 quilos por habitante ano.

No evento, os produtores rurais, representantes da agroindústria, sindicatos e associações ainda vão ter à disposição diversos serviços dos sistemas estaduais da agricultura e do meio ambiente.

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) pretende oferecer materiais, assistência técnica e apresentar as tecnologias desenvolvidas para o setor.

A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/MG) vai detalhar as linhas de crédito, investimento e custeio para fornecimento de alimentos para a merenda escolar.

Os produtores também vão conhecer mais sobre o Portal do Produtor, lançado pelo Instituto Mineiro de Agricultura (IMA), e saber como fazer o cadastro para acessá-lo.

Proteção ambiental

Outra atividade para os proprietários e posseiros de imóveis rurais é a divulgação da retomada do pagamento do Bolsa Verde. O Governo do Estado pagou, até o momento, quase R$ 900 mil aos produtores  rurais do Território Sul incluídos no programa.

O território possui 226 beneficiários do Bolsa Verde, programa executado pelo Instituto Estadual de Florestas (IEF).  Esses beneficiários têm o compromisso de conservar uma área de vegetação nativa de cerca de 6,6 mil hectares.

O IEF vai divulgar também o Projeto ASA, com o cadastro de áreas de soltura de animais silvestres, e distribuir mudas de espécies nativas para proprietários rurais e prefeituras.

Já os técnicos do Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) vão tirar dúvidas sobre o sistema online para cadastro de pequenos usos de água. O projeto vai beneficiar, por ano, cerca de 30 mil produtores rurais, que passarão a ter acesso ao cadastro e à regularização de forma eletrônica e gratuita.

Educação fiscal

“Educação fiscal e cidadania” também será um tema abordado no evento dos Fóruns. Segundo técnicos da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF), as questões tributárias serão apresentas de forma didática ao público. O objetivo é mostrar o valor social do tributo e conscientizar as pessoas da importância de participar do controle da utilização dos recursos públicos.

“A proposta é que as pessoas passem a ter uma melhor consciência de que o tributo é pago por elas e retorna à sociedade em forma de obras e serviços públicos, além de conhecer os canais participação”, Luiz Antônio Zanon, gestor do Programa de Educação Fiscal da SEF.

Educação preventiva

A maratona de prevenção às drogas da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) promete movimentar a programação. A atividade é direcionada a estudantes de escolas públicas e deve contar com a participação de mais de cem alunos.

“Consiste em uma gincana que envolve os adolescentes com a diversão, trabalhando elementos essenciais para uma vida saudável, sem drogas”, explica Patrícia Magalhães, subsecretária de Políticas Sobre Drogas da Sesp.

Para os professores haverá uma capacitação que ensina como trabalhar, em sala de aula, o tema prevenção ao uso de drogas. A palestra é baseada nas Diretrizes Internacionais de Prevenção na Base Escolar, que auxiliam os educadores a identificar o problema, prevenir e orientar os jovens a buscar ajuda.

Assistência social

A assistência social também estará em pauta. Gestores municipais da área, representantes dos abrigos e asilos vão participar de uma oficina sobre a Rede Cuidar.

O programa, coordenado pela Secretaria de Estado de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), cria mecanismo de financiamento, capacitação e qualificação das entidades socioassistenciais.

Esporte e turismo

No estande da Secretaria de Estado de Esportes (Seesp), gestores públicos e entidades do segmento vão poder conhecer mais sobre a Lei de Incentivo ao Esporte e sobre o ICMS Esportivo. 

“Nesse momento de crise, os municípios têm a possibilidade de se organizarem e buscarem no ICMS Esportivo e na Lei Estadual de Incentivo ao Esporte um auxílio para a execução de projetos importantes”, comenta o secretário Arnaldo Gontijo.

O público poderá obter informações sobre os Jogos do Interior de Minas (Jimi), que voltaram ao calendário esportivo em 2017 no seu formato original, e o Geração Esporte, que passa a ser realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (SEE).

Além disso, as pessoas vão poder se cadastrar no Observatório do Esporte e visitar as exposições de futebol de mesa e a de bolas indestrutíveis.

Já a secretaria de Estado de Turismo (Setur) vai apresentar aos empreendedores do segmento e gestores públicos os serviços e programas direcionados ao setor, como: o sistema de Cadastro de Pessoas Físicas e Jurídicas (Cadastur); o “Minas Recebe”, projeto que oferece capacitação, assim como oportunidades de divulgação e participação em feiras.

Carteira de identidade de graça

O público que for ao evento vai ter acesso a diversos serviços essenciais. A Polícia Civil vai emitir carteira de identidade, atestado de antecedentes e fazer registro de ocorrências.

A pessoa que quiser tirar a carteira de identidade precisa levar duas fotos 3×4 e certidão original de nascimento ou casamento.

No mesmo local, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran/MG) vai disponibilizar consulta ao licenciamento de 2017, requerimento de certidão negativa de propriedade do veículo, alteração de endereço, consulta sobre a situação do veículo, multa, pontuação na carteira, solicitação de CNH, entre outros.

Já a base móvel comunitária da Polícia Militar vai distribuir dicas de segurança, receber registro de ocorrências, denúncia e sugestão de policiamento.

Distribuição de lâmpadas

A Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) e a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) terão sala exclusiva, que vai funcionar como uma agência de atendimento.

O consumidor poderá negociar dívidas, quitar e solicitar emissão de segunda via da conta, tirar dúvidas sobre faturas, tarifas e requisitar religação.

Durante a programação, a Cemig vai distribuir lâmpadas para quem apresentar a última conta de luz paga, limitada a duas unidades por consumidor. A entrega das lâmpadas será a partir do meio-dia.

O público ainda vai poder conhecer uma maquete do sistema elétrico que simula o consumo de energia, aprender um pouco sobre segurança energética e os novos canais de atendimento. 

Para acessar a programação geral clique aqui

Serviço/Circuito dos Fóruns Regionais – Território Sul

Dia: 28/9/2017 (quinta-feira)

Cidade: Varginha

Local: Centro Administrativo Sul de Minas – Av. Manuel Diniz 145 – Bairro Industrial JK

Horário: 8h às 17h.


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: AGÊNCIA MINAS

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS