Uso de soluções naturais aumentam produtividade do café, aponta pesquisa

Cafezal mais produtivo depende de cuidados na fase da maturação.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação/Alltech Crop Science.

Promover um processo de maturação adequado de frutos das plantas de café é essencial para resultados positivos na colheita. Nesta fase, conhecida pela mudança de coloração do fruto, ocorre a intensificação do transporte da reserva da planta para essas estruturas, que mais tarde vão gerar os grãos do café. Levantamento elaborado pela Alltech Crop Science, em parceria com a Agrovista, em Albertina (MG), mostrou que o uso de soluções naturais durante este período trouxe ganhos de rentabilidade ao produtor.

De acordo com a pesquisa, as ferramentas à base de potássio e aminoácidos, utilizadas a partir do início da maturação do café, geraram incremento de produtividade de aproximadamente 5%. “As soluções estimulam naturalmente o transporte de carboidratos para os grãos. Se este redirecionamento for feito em quantidade e tempo adequados, as estruturas se desenvolvem melhor. Isso influencia na produtividade, pois se um grão está bem formado, teremos mais peso, o que traz melhores resultados finais”, explica o engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico da Alltech Crop Science.

Além de respostas quantitativas, o estudo apresentou os ganhos qualitativos com o uso de biotecnologia no cafezal. A lavoura que recebeu as aplicações das soluções naturais apresentou 82% dos grãos de café com peneira igual ou maior que 17 (classificação preferida pelas beneficiadoras para cafés de melhor qualidade), enquanto na área sem o uso das ferramentas, o índice foi de apenas 66%.

Segundo Revoredo, esta uniformidade do tamanho dos grãos impacta diretamente na rentabilidade do produtor. “Ao final, teremos um maior número de grãos com melhor desenvolvimento, o que gera também melhor qualidade da bebida. Estes aspectos influenciam na negociação do produto e, consequentemente, na rentabilidade”, afirma o agrônomo. O especialista ainda reforça a importância da atenção a outras fases sensíveis do ciclo do café como o florescimento e a frutificação, etapas essenciais que antecedem a maturação.

Compostos naturais

Atingir as exigências do mercado de maneira sustentável requer práticas adequadas de manejo, para isso, Revoredo indica o uso do Bulk®, durante a maturação do cafeeiro. O fertilizante organomineral classe A, da Alltech Crop Science, é composto de potássio e aminoácidos que auxiliam no desenvolvimento da planta e na translocação dos carboidratos de forma equilibrada. Com isso, é possível atingir coloração, peso e sabor demandados pelos consumidores.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS