Urnas eletrônicas já estão sendo preparadas para as Eleições 2020

Cartórios eleitorais de Minas Gerais estão fazendo a carga das urnas, que inclui a inserção de dados de candidatos e eleitores.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Divulgação (TRE/MG)

Os cartórios eleitorais de Minas Gerais já estão realizando a carga das urnas eletrônicas para o 1º turno das Eleições 2020. Em Belo Horizonte, o trabalho das 18 zonas eleitorais começou no dia 31 de outubro e segue até 05 de novembro. Entre as outras 286 ZEs do estado, cada uma tem seu cronograma, e o trabalho deve ser concluído até 13 de novembro.

A carga das urnas é o momento em que são inseridos nos equipamentos o software de votação, dados dos candidatos do município, dados dos eleitores de cada seção eleitoral e também a mídia de gravação de resultados, onde serão registrados os votos dos eleitores. Durante o procedimento, são feitos testes de funcionamento de todas as teclas da urna e do terminal do mesário, testes de áudio, vídeo e da impressora que gera a zerésima e boletim de urna.

Foto: Divulgação (TRE/MG)

Também são realizados, por amostragem, testes de votação com os candidatos reais, para checar o funcionamento do sistema. Após realizadas todas as etapas, as urnas recebem diversos lacres, que garantem a sua inviolabilidade até a data da votação.

Em todas as zonas eleitorais, o procedimento é realizado por servidores do TRE e acompanhado pelos chefes de cartório e juízes eleitorais. O trabalho pode ser fiscalizado por entidades como Ministério Público e OAB, além de representantes de outras entidades, imprensa e partidos políticos.

Foto: Divulgação (TRE/MG)

O diretor-geral do TRE, Maurício Melo, ressalta que as urnas eletrônicas são programadas para funcionarem somente no dia 15 de novembro, a partir das 6h, quando os mesários começam a preparar a seção eleitoral e emitem a zerésima. Outro fator de segurança mencionado por ele é a tabela de correspondência. “Cada urna tem um número de série que é associado ao número de uma seção eleitoral. No dia da eleição, os resultados são enviados para o Tribunal, e o sistema de totalização só recebe os votos de cada urna se houver correspondência entre o seu número de série e a mídia de resultados da seção vinculada a ela”, explica.

O promotor de justiça Marcelo Milagres acompanhou o primeiro dia de cargas das urnas de Belo Horizonte. Ele destacou que o Ministério Público participa de todas etapas do processo eleitoral, porque tem a missão de assegurar o regime democrático e a ordem jurídica. “O MinistérioPúblico atua na função de fiscalização, para garantir ao eleitor a segurança, a lisura do processo eleitoral. A carga das urnas é uma fase importante. O eleitor pode ter a certeza de que as informações que estão sendo inseridas nas urnas são fidedignas, correspondem à realidade”, afirmou.

Armazenamento das urnas

As urnas eletrônicas de Belo Horizonte e Contagem ficam armazenadas no Centro de Apoio do TRE, na capital mineira, onde há vigilância 24h. A partir do dia 12, as urnas de BH são transportadas para batalhões da Polícia Militar, onde ficarão até a madrugada de domingo, quando são levadas para os locais de votação. Já as urnas de Contagem ficam no galpão até o dia 14, quando são levadas diretamente para as seções eleitorais. No interior de Minas, as urnas são mantidas nas sedes dos cartórios, batalhões da PM ou Fóruns do Tribunal de Justiça, sempre sob vigilância 24h.

Nas eleições municipais deste ano, serão utilizadas 48.645 urnas eletrônicas, sendo 4.050 de contingência, para o caso de ser necessário substituir alguma urna com defeito no dia da votação. Em Belo Horizonte, são 4.876 urnas, sendo 290 de contingência.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS