Bolsonaro é esfaqueado em MG

Candidato está internado e passa por procedimentos médicos. O autor foi preso por um policial.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, foi agredido durante um ato de campanha, em Juiz de Fora (MG), nesta tarde (6). A assessoria da Polícia Militar de Minas Gerais confirmou que o candidato foi retirado do local por populares e levado para atendimento em Hospital Santal Casa em Juiz de Fora e que uma pessoa foi detida.

Em sua conta no Twitter, o filho de Bolsonaro, Flávio Bolsonaro, escreveu há pouco que seu pai foi esfaqueado, mas não corre risco de morte. “Jair Bolsonaro sofreu um atentado agora em Juiz de Fora, uma estocada com faca na região do abdômen. Graças a Deus, foi apenas superficial e ele passa bem”.

- Continua depois da publicidade -

Imagens do momento em que Jair Bolsonaro é puxado no meio de uma multidão já circulam na internet, mas não são conclusivas.

Temer: atentado contra Bolsonaro é exemplo de intolerância em campanha

Candidatos condenam ataque a Bolsonaro

Imprensa internacional repercute ataque a candidato Jair Bolsonaro

Investigações

A Polícia Federal (PF) instaurou inquérito para apurar o ataque contra o candidato à presidência da República, Jair Bolsonaro, ferido durante um ato de campanha, na tarde de hoje (6), em Juiz de Fora (MG).

Em nota, a PF confirmou que o homem suspeito de ter esfaqueado o candidato, Adélio Bispo de Oliveira, de 40 anos, foi detido por populares e seguranças e conduzido por policiais federais para a Delegacia da Polícia Federal em Juiz de Fora (MG), onde está prestando depoimento. Antes de ser retirado do local, o suspeito chegou a apanhar de pessoas que acompanhavam o evento.

Bolsonaro era carregado por populares quando foi atingido por um objeto perfurante. Além de seguranças particulares, o candidato era escoltado por policiais federais que o levaram para o Hospital Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora.

Foto: Reprodução

Cobertura do Triângulo Notícias

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -