Universitário produz 'casinhas' para cães de rua em Rio Paranaíba

O estudante atua sozinho e pede a colaboração da população para continuar o trabalho.

Compartilhe

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS!
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
50818586_1212520665590149_3319300723786645504_n
Foto: Reprodução (Arquivo Pessoal)

Um estudante universitário de Rio Paranaíba teve uma bela atitude para ajudar os cães de rua. No ano passado, 2018, Leonardo Silva, ficou preocupado com os animais no período chuvoso e decidiu construir abrigos.

As ‘casinhas’ feitas de papelão e lona estão espalhadas pelas ruas da cidade. A reportagem do Triângulo Notícias procurou o estudante de biologia, da UFV, que nos contou que se inspirou nos projetos ‘Anjinho Aquecido’ e ‘Cão Quentinho’ desenvolvidos no sul de minas e em Lavras, respectivamente.

50423320_1895714180555064_7513581505193443328_n
Foto: Reprodução (Arquivo Pessoal)

Leonardo relata como são produzida as ‘casinhas’:

Primeiro o papelão deve ser recortado e/ou remendado dando a forma e a dimensão necessária da casinha depois de todas as partes são fixadas e grampeadas. A casinha é coberta por uma lona plástica para impedir o contato da água com o papelão evitando infiltração. Na parte interna da casinha é criado um tapete com papelão e lona plastica e geralmente acrescento um pano seja lençol, cobertor ou qualquer tecido para ficar mais confortável.

Já foram produzidos cinco abrigos. Eles foram colocados em pontos estratégicos onde já existe o cuidado prévio com a água e comida para os cães.

50542026_525467914641129_7412272843112579072_n
Foto: Reprodução (Arquivo Pessoal)

O universitário trabalha sozinho e pede a colaboração da população. Uma das forma de ajudar é sendo voluntário ou doando materiais como papelão, lona plástica e fita adesiva. Maiores informações diretamente com Leonardo Silva pelo Celular/WhatsApp (31) 9 9189 4302.

Na cidade ainda existe o grupo Apadrinhe que conta com as protetoras, Thamires Souza e Fernanda Paula. Segundo Leonardo, o trabalho desenvolvido por elas é ‘incrível’ e visa a recuperação de animais abandonados.

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Comments System WIDGET PACK

Os comentários não representam a opinião do Patos Notícias. A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.