Unidades da Rede Cuidar vão receber investimentos de mais R$ 10 milhões em 2017

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

A presidente do Servas, Carolina Pimentel, anunciou nesta terça-feira (28/11) o repasse de R$ 10,92 milhões para as unidades socioassistencias do Programa Rede Cuidar. O anúncio foi feito em visita ao Lar Cristo Rei, destinado ao acolhimento de idosos em situação de risco, no bairro Diamante, na região do Barreiro. A presidente do Servas representou o governador Fernando Pimentel na solenidade.

- Continua depois da publicidade -

Deste montante, R$ 10 milhões são provenientes de recursos da Loteria Mineira – e o restante de emendas parlamentares. Os valores serão repassados ainda este ano para 364 unidades socioassistenciais não governamentais e governamentais. Cada instituição receberá cerca de R$ 30 mil.

Para Carolina Pimentel, a Rede Cuidar é a realização de um sonho do Governo de Minas Gerais. “Desde o primeiro momento, o governo pensou em criar um programa voltado para a rede assistencial. O Rede Cuidar é isso: ele dá a chance para as instituições escolherem como vão aplicar seus recursos, mostrando que o governo não perdeu o foco, que é trabalhar para quem mais precisa”, disse. O Servas tem feito um intenso trabalho direcionado a apoiar os Institutos de Longa Permanência de Idosos (ILPIs).

Com essa iniciativa, o Governo do Estado desburocratiza, inova e dá mais transparência para atender a centenas de entidades que prestam assistência social em 335 municípios nos 17 territórios de desenvolvimento.

Para a subsecretária de Assistência Social da Sedese, Simone Albuquerque, o novo modelo mineiro, inédito no país, possibilita às entidades assistenciais aperfeiçoar os programas desenvolvidos junto à sociedade.

“É a garantia de recebimento de recursos anualmente e, consequentemente, de melhoria dos serviços sociais prestados. Mostra também a importância de um governo que está, de fato, preocupado com as pessoas mais vulneráveis”, afirmou.

O diretor-geral da Loteria Mineira, Ronan Edgar Moreira, ressalta a importância da parceria com o Governo do Estado para viabilizar a Rede Cuidar. “A Rede Cuidar é importante porque dá a oportunidade à Loteria Mineira de cumprir a sua finalidade, que é gerar recursos e destiná-los aos programas de governo de bem-estar social”, disse.

Em Minas Gerais, existem 924 organizações que oferecem serviço de acolhimento institucional em 335 municípios. No total, atendem 21.237 pessoas, sendo 12 mil idosos e quase 5 mil crianças e adolescentes.

Na primeira fase do programa foram escolhidas 239 unidades não governamentais que apresentam um total de 8.249 pessoas acolhidas, e 125 unidades governamentais, com 1.175 acolhidos. Isso representa um total de 9.424 pessoas acolhidas, entre unidades da rede governamental e não governamental.

As 291 unidades não governamentais estão presentes em 168 municípios, enquanto as 125 unidades governamentais se localizam em 100 municípios. Portanto, chega-se ao total de 229 municípios envolvidos, entre unidades da rede governamental e não governamental.

Os critérios de elegibilidade e partilha dos recursos financeiros foram pactuados com os municípios, na CIB – Comissão Intergestora Bipartite e aprovados pelo Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas).


Problemas em visualizar essa matéria? Clique aqui e confira a íntegra.


Fonte: AGÊNCIA MINAS

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -