Uma morte e 539 novos casos de COVID em Patos de Minas

São cinco patenses em estado grave na UTI.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Patos de Minas – O boletim epidemiológico desta segunda-feira (24) registrou um dos maiores números de infectados da pandemia da COVID-19. Em um único boletim foram 539 novos casos positivos. Uma nova morte foi incluída, trata-se de um idoso de 69 anos que faleceu na sexta-feira (21).

No total são 557 vidas perdidas desde o início da pandemia. Somente em janeiro foram quatro mortes.

São cinco patenses em estado grave na UTI e outros 11 internados em leitos clínicos. São 1.413 pessoas em recuperação domiciliar.

Confira o número de casos por data:

Data do exame N° de Casos
22 de jan. de 2022 195
21 de jan. de 2022 275
20 de jan. de 2022 118
19 de jan. de 2022 323
18 de jan. de 2022 83
17 de jan. de 2022 330
16 de jan. de 2022 49
15 de jan. de 2022 47
14 de jan. de 2022 79
13 de jan. de 2022 265
12 de jan. de 2022 323
11 de jan. de 2022 179
10 de jan. de 2022 281
9 de jan. de 2022 17
8 de jan. de 2022 116
7 de jan. de 2022 173
6 de jan. de 2022 271
5 de jan. de 2022 179
4 de jan. de 2022 143
3 de jan. de 2022 42
2 de jan. de 2022 10
1 de jan. de 2022 11
31 de dez. de 2021 19
30 de dez. de 2021 17
29 de dez. de 2021 19
28 de dez. de 2021 26
27 de dez. de 2021 22
26 de dez. de 2021 4

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

2 Comentários
O mais novo
Mais antigo mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Carlos Fioravante
24/01/2022 19:07

Vamos prás festas seus inresponsáveis

Amilton Casagrande
24/01/2022 18:46

E ninguém está nem aí. Não querem usar mascara. O povo relaxou.

A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.