Uberlândia: Treze pessoas são presas por suspeita de envolvimento em roubos

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Os indivíduos são suspeitos de envolvimento na explosão de caixas eletrônicos no shopping, roubo de aproximadamente 40 veículos e porte de material duvidoso. Até material escolar foi apreendido. 

Durante operação, polícia apreendeu objetos sem procedência. 
Foto: Luis Corvini/G1

Treze pessoas foram presas em Uberlândia durante operação conjunta desencadeada nesta quarta-feira (19) pelas polícias Civil e Federal. Segundo o delegado da Polícia Civil, Daniel Azevedo, eles são suspeitos de diversos crimes, entre eles a explosão de caixas eletrônicos no Uberlândia Shopping, roubo de aproximadamente 40 veículos e outras explosões em instituições bancárias da região.
Segundo o delegado, a Operação “Resposta” foi iniciada para combater roubo de veículos na cidade, inclusive em lava-jatos. “Durante as investigações, nós descobrimos que a quadrilha que roubada veículos fornecia estes carros para outro grupo que praticava furto, roubos e explosão de caixas. São pelo menos duas organizações criminosas diferentes que agiam na cidade”, contou.
Objetos usados para praticar crimes foram apreendidos com os suspeitos 
Foto: Luis Corvini/G1
Diante disso, conforme Daniel Azevedo, foi iniciada outra operação, denominada “Hidra”, com o apoio da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco). Após investigação, a polícia cumpriu nesta quarta-feira (19) mandados de prisão e busca e apreensão.
“Treze pessoas foram presas entre elas uma mulher que veio até a delegacia encontrar o namorado dela, que já estava preso. Ela carregava na bolsa várias notas de dinheiro queimado e não sabemos ainda qual era o objetivo dela”, disse.
Centenas de produtos sem procedência e usados em crimes foram apreendidos, como maçarico, material para furar pneu de carro, duas armas, toucas-ninja, ferramentas, dinheiro, videogame e até material escolar. Os envolvidos devem responder por furto, roubo, receptação e associação ao crime.
Texto: Vanessa Pires e Luis Corvini
G1 – Triângulo Mineiro
19/04/2017

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS