Três em cada quatro idosos ainda não tomaram a vacina contra a gripe

Primeira etapa da campanha de imunização se aproxima do fim com apenas 27,8% das pessoas com mais de 60 anos vacinadas. Dia D de Mobilização será neste sábado (30/4), quando se inicia também a aplicação das doses em crianças.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Foto: Reprodução

A primeira etapa da Campanha de Vacinação contra a Influenza chega ao fim neste fim de semana com índices de imunização abaixo da meta. Até o momento foram vacinados apenas 27,8% dos idosos e 30,4% dos trabalhadores da saúde, que são os grupos prioritários desta fase. A meta é alcançar uma taxa de imunização de 90%.

No caso das pessoas com 60 anos de idade ou mais, foram aplicadas 958.681 doses, de um total estimado de 3.442.911 indivíduos nessa faixa etária em Minas Gerais. Em relação aos trabalhadores da saúde, 184.414 receberam a vacina, em um universo de 606.091 profissionais.

Para estimular as pessoas a se vacinarem, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) promove neste sábado (30/4) o Dia D de Mobilização, quando as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em todo o estado estarão abertas para aplicação do imunizante. Nesta data, as crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias) também poderão ser vacinadas.

A partir da próxima semana, a campanha entra na segunda fase, que tem como grupos prioritários, além das crianças, gestantes, puérperas, indígenas, pessoas com comorbidades e professores, entre outros segmentos. Até 3/6, a estimativa é que 8.299.488 pessoas sejam vacinadas ao longo das duas fases da campanha no estado.

A coordenadora do Programa de Imunizações da SES-MG, Josianne Dias Gusmão, explica que quem ainda não foi imunizado e pertence aos grupos prioritários deve procurar uma das Unidades Básicas de Saúde do estado. “Pessoas com 60 anos ou mais de idade e trabalhadores da saúde que não se vacinaram contra a influenza podem procurar um posto de saúde perto de casa para se imunizar. Mesmo quem se imunizou contra a influenza em 2021 e faz parte dos grupos prioritários da campanha deste ano deve tomar a vacina novamente”, explica.

A vacina Influenza trivalente oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em 2022 é eficaz contra as cepas H1N1, H3N2 e tipo B. Segundo Josianne, a vacinação anual previne as formas graves da doença. “A vacina tem como objetivo reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza na população-alvo para a vacinação. Por isso é muito importante procurar um posto e se imunizar”, finaliza.

Confira o cronograma da 24ª Campanha de Vacinação contra a Influenza

Primeira etapa – de 4/4 a 30/4/2022

– Idosos com 60 anos ou mais

– Trabalhadores da saúde

Dia D de Mobilização – 30/4/2022

Segunda etapa – de 2/5 a 3/6/2022

– Crianças (de seis meses a menos de cinco anos)

– Gestantes e puérperas

– Povos indígenas

– Professores

– Pessoas com comorbidades

– Pessoas com deficiência permanente

– Caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso

– Trabalhadores portuários

– Forças de segurança, salvamento e Forças Armadas

– População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade

– Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade pelos comentários é dos respectivos autores. Eles não representam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos são removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.