Tesouro quitou em janeiro R$ 118,9 milhões de dívidas do estado do Rio

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O Tesouro Nacional pagou, em janeiro, R$ 129,55 milhões em dívidas atrasadas de estados e municípios, informou hoje (15) o órgão. Do total, R$ 118,95 milhões referem-se a débitos não quitados pelo estado do Rio de Janeiro, R$ 8,42 milhões não pagos pelo estado de Roraima e R$ 2,18 milhões não honrados pela prefeitura de Natal.

As garantias honradas pelo Tesouro são descontadas dos repasses da União aos estados e aos municípios. Ao longo do ano passado, no entanto, decisões do Supremo Tribunal Federal (STF) impediram a execução das contragarantias do estado do Rio de Janeiro, que tem atrasado salários dos servidores e pagamentos a fornecedores.

Com a adesão do Rio de Janeiro ao pacote de recuperação fiscal, no fim do ano passado, o estado pode contratar novas operações de crédito com garantia da União (nas quais o governo federal cobre atrasos em parcelas), mesmo estando inadimplente. A prefeitura de Natal e o governo de Roraima estão impedidos de contraírem financiamentos garantidos pelo Tesouro até 24 de janeiro de 2019.

FONTE: Agência Brasil

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
ATENÇÃO: Dê preferência em utilizar sua conta do Facebook ou Google para comentar. Comentários com cinco descutidas serão submetidos a moderação. Para denunciar um comentário, clique na bandeira vermelha.
Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.