Temer e outros líderes festejam sucesso de resgate na Tailândia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O presidente Michel Temer comemorou hoje (10) o sucesso da operação de resgate de 12 meninos e im treinador de futebol que ficaram presos por mais de duas semanas em caverna da Tailândia. No Twitter, Temer disse que foi um alívio saber que a operação teve um final feliz após dias angustiantes.

“Foi um alívio saber que mergulhadores e bombeiros salvaram as 12 crianças e o treinador presos na caverna na Tailândia. Foram dias angustiantes, mas que terminaram com um final feliz para esses jovens. Recebam a solidariedade de todo o povo brasileiro”, escreveu Temer em sua conta pessoal do Twitter.

- Continua depois da publicidade -

Líderes de outros países, como o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, também comemoraram o desfecho da operação. No Twitter, Trump parabenizou a todos que participaram do resgate. Também na rede social, a primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, disse que ficou encantada com o resgate bem-sucedido e que mundo está saudando a bravura dos envolvidos.

Equipes trabalham para operacionalizar resgate de crianças em caverna na Tailândia

Equipes de resgate trabalharam de domingo até esta terça-feira (Rungroj Yongrit//EPA/EFE/Direitos Reservados)

A operação de resgate começou domingo (8) e terminou nesta terça-feira.

Os 12 estudantes, com idades entre 11 e 16 anos, e o treinador, de 26 anos, entraram na caverna no dia 23 de junho após um treino de futebol, quando uma súbita tempestade começou a inundar a caverna e bloqueou a saída. Depois do resgate, eles foram levados para um hospital e permanecem internados.

Fonte: Agência Brasil


Clique aqui para ler essa matéria na fonte original


 

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -