Suspeitos de matar trabalhador são presos pela Polícia Civil

Caseiro foi morto enquanto defendia fazenda em Rio Paranaíba.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
homicidio rio paranaiba
Suspeitos queriam, segundo a polícia, passar com essa máquina por um curral. Foto: Divulgação (Polícia Civil/MG)

A população de Rio Paranaíba ficou chocada com um crime brutal ocorrido na última quarta-feira (08) em uma fazenda do município. Um caseiro foi morto ao defender a propriedade. Clique aqui e relembre o caso.

Nesta sexta-feira (10), a Polícia Civil cumpriu mandados de prisão preventiva para quatro acusados de participação no crime.

- Continua depois da publicidade -

Segundo a assessoria de comunicação da corporação, um homem de aproximadamente 50 anos teria sido o responsável pelos disparos. Seus dois filhos, de 27 e 31 anos, e um jovem de 22 anos são suspeitos de participar do crime. Uma quinta pessoa que teria presenciado os fatos foi identificada, contudo, segundo a PC/MG, não tem envolvimento no homicídio.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, quatro indivíduos chegaram com uma colheitadeira à fazenda onde a vítima trabalhava, e com o intuito de conseguir passar com a máquina pelo curral, arrancaram um dos mourões da porteira, sem o consentimento do caseiro. A vítima teria questionado a ação dos quatro homens e, segundo uma testemunha, utilizado a lateral de um facão para agredir um dos autores. Posteriormente o homem (de aproximadamente 50 anos) teria comparecido ao local e efetuado três disparos de arma de fogo contra o caseiro, o atingindo no braço, na perna e na cabeça.

Os outros três presos são apontados como agressores, já que segundo uma testemunha, a vítima teria recebidos golpes de pedaços de madeira.

A Polícia Civil, através do Dr. Bruno do Carmo Garcia, responsável pela investigação, representou pela decretação da prisão preventiva dos quatro suspeitos, com colaboração e apoio do Ministério Público e do Poder Judiciário de Rio Paranaíba.

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -