Suspeito de matar criança por engano é preso e confessa crime

O crime aconteceu em abril do ano passado em Uberlândia. O suspeito confesso foi preso pela Polícia Civil ontem (17/09) em Goiás.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Na foto, a mãe segura um retrato do filho morto por engano no ano passado.
Foto: Reprodução (Tv Paranaíba/Record Tv)

Um crime que chocou a população de Uberlândia em abril do ano passado começa a ter um desfecho de justiça. Um menino de 10 anos foi morto enquanto dormia em um sofá no Bairro Canaã. Ele foi atingido por tiros efetuados por um homem que teria se enganado.

Segundo as investigações, o suspeito de ser o autor do crime teria a intenção de matar um rapaz que teria ficado com a namorada dele, no entanto se enganou e matou o menor.

- Continua depois da publicidade -
A criança dormia e estava debaixo de um cobertor no momento que foi morta à tiros.
Foto: Reprodução (Tv Paranaíba)

A mãe, enlutada até hoje, e de origem humilde, lutou para conseguir o velório social para o filho. Confira a reportagem exibida pela TV Paranaíba:

Exibido em 7 de abr de 2017

Ontem, segunda-feira (17/09), a Polícia Civil de Goiás conseguiu prender Everson Teixeira Pereira de 30 anos. Segundo informações divulgadas pelas autoridades, ele confessou a autoria do homicídio e declarou que foi um engano.

Everson Teixeira é suspeito do homicídio.
Foto: Divulgação (Polícia Civil/GO)

O delegado responsável, Patrick Carniel, disse à imprensa daquele estado (G1/TV Anhanguera), que o suspeito descreveu como ocorreram os fatos. “Ele disse que atirou numa pessoa que estava deitada num sofá e coberta e achou que era esse cara, que tinha ficado com a namorada dele. Nem viu em quem estava atirando, porque matou um menino de 10 anos que estava nessa casa”.

Procurado a mais de um ano pelo crime em Uberlândia, Everson não apresentou nenhum advogado e deve continuar preso até que o caso seja julgado pelo judiciário. Os familiares do menino assassinado, esperam que agora a justiça seja feita.

Texto: Triângulo Notícias

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -