Suspeito de chefiar o tráfico de drogas em Patos de Minas é preso no Mato Grosso pela PRF

O nome do foragido está na lista dos mais procurados no estado de Minas Gerais.
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin


Em uma abordagem de rotina, uma equipe da Polícia Rodoviária Federal em Cáceres/MT, na tarde de quinta-feira (13), abordou na BR 070 um veículo I/Toyota Hilux CD, cor preta, com placas de Uberlândia/MG.

O veículo era ocupado por dois homens e uma mulher, que informaram estar vindo dos estados de Minas Gerais e Goiás com destino a Pontes e Lacerda/MT, para vender um veículo para um rapaz não conhecido.

Diante das histórias contraditórias os policiais fizeram uma checagem mais minuciosa e suspeitaram da documentação apresentada pelo passageiro, sendo feito contato com a Delegacia de Polícia Civil em Poconé/MT, para conferência da carteira de identidade deste estado. Devido ao referido documento ter apresentado suspeita sobre sua autenticidade sendo na sequência, confirmada a fraude. Momento em que o suspeito informou ter adquirido o RG falso em Cuiabá/MT.

Posteriormente, na Delegacia de Polícia Federal a sua verdadeira identidade foi comprovada, e junto ao sistema foram localizados dois mandados de prisão em seu desfavor. Sendo ainda seu nome localizado na lista dos 21 mais procurados no estado de Minas Gerais e apontado como um dos chefes do tráfico de drogas de Patos de Minas/MG.

O foragido foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal em Cáceres/MT, e o casal foi arrolado como testemunha sendo apresentados a disposição da autoridade policial.

Cabe ressaltar que o excelente resultado desse trabalho, só foi possível em razão da integração das forças de segurança.

🔔 ATIVAR NOTIFICAÇÕES

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
A responsabilidade é do respectivo autor. Eles não expressam a opinião do Patos Notícias. Comentários com 15 votos negativos a mais que positivos serão removidos.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

NEWSLETTER

REPORTAR ERRO

Usamos cookies para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências.  Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.