Supostos empresários desafiam governos e dizem que não obedecerão decretos

Entidades do comércio e o prefeito de Patos de Minas negam conhecimento. A Agência Lupa classificou a carta como "Fake News".
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Uma carta, atribuída à empresários de Patos de Minas, começou a circular nas redes sociais nesta terça-feira (16/03). A carta é dirigida ao governador de Minas Gerais, Romeu Zema (NOVO), ao prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão (PODEMOS) e aos vereadores.

Na carta os supostos empresários, ainda sem identificação, dizem que não seguirão qualquer decreto restritivo a partir de sexta-feira (19/03). A carta circula em outras cidades não somente de Minas Gerais e a Agência Lupa, de checagem, a classificou como uma Fake News.

Os presidentes do SindiComércio, Eduardo Soares, da Acipatos, Vinícius Barrinha, e da CDL, Guilherme Silva, afirmaram que não tem conhecimento da carta. O prefeito de Patos de Minas, Luís Eduardo Falcão, por meio de sua assessoria, também disse que não teve conhecimento do assunto.

Leia a íntegra:

CARTA ABERTA DOS EMPRESÁRIOS DO MUNICÍPIO DE PATOS DE MINAS – MG

Ao Exmo. Sr. GOVERNADOR ROMEU ZEMA
Ao exmo. PREFEITO FALCÃO
Vereadores,
Comitê de Contingência do Corona vírus
e ao povo Patense.

INFORMAMOS QUE a partir do dia 19 de março de 2021, NÃO ACEITAREMOS e MUITO MENOS SEGUIREMOS QUALQUER DECRETO que impeça qualquer pessoa no MUNICÍPIO DE PATOS DE MINAS de exercer seu DIREITO CONSTITUCIONAL DA LIVRE INICIATIVA (Art. 1o, IV, CF e Art. 170, CF).

Qualquer novo decreto que impeça o trabalho IRÁ COMPROMETER OUTRO DIREITO CONSTITUCIONAL , O DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA(Art. 1o, III, CF) seja para Empresários, Colaboradores, Funcionários Públicos, Aposentados e outros,

POIS, ALÉM DE
INVIABILIZAR A CONTINUIDADE DE ATIVIDADES , DEMISSÃO EM MASSA , QUEM TEM SEUS PROVENTOS SOFRERÁ COM ENORME REDUÇÃO EM VIRTUDE DA INFLAÇÃO NO PREÇO DOS PRODUTOS.

PEDIMOS QUE O Sr. PREFEITO , Vereadores e Comitê de Combate ao Covid

QUE ESQUEÇAM A POLÍTICA e ADOTEM O TRATAMENTO PRECOCE, TRANSPARÊNCIA DA VACINAÇÃO E VERBAS, FAÇAM INVESTIMENTOS NA ÁREA DA SAÚDE, AUMENTO DE LEITOS, INSUMOS, ESTOQUE DE MEDICAMENTOS , EPIs, dentre outros QUE GARANTAM ATENDIMENTO MÉDICO a todos, bem como a FISCALIZAÇÃO CONTÍNUA de FESTAS CLANDESTINAS, CHURRASCOS e AGLOMERAÇÕES.

Reiteramos QUE DISTANCIAMENTO SOCIAL NÃO É SINÔNIMO DE PROIBIÇÃO DO TRABALHO E FECHAMENTO DE ATIVIDADES , tendo em vista que 90% do comércio e serviços do Município não possuem aglomerações, devido à CRISE FINANCEIRA . Dentro das lojas do centro, ou bairros, são raras as que possuem vários compradores simultâneos e as que possuem, devem controlar os acessos.

Por fim, reiteramos ao Sr. Prefeito que NÃO IREMOS SEGUIR QUALQUER DECRETO QUE IMPEÇA O TRABALHO

a partir do dia 19 do mês de março de 2021 e pede que não sejam editados decretos neste sentido, pois a abertura não será uma opção do Sr. Prefeito, mas do povo contra os decretos e a fiscalização, ante a situação, iremos praticar a legítima defesa (Art. 25 do Código Penal), pois estaremos defendendo nossas famílias, nossos amigos, nossos colaboradores, todo cidadão e nosso patrimônio.
Pedimos diálogo, honestidade, bom senso e que se afastem do espectro político, permitindo o povo trabalhar, para que evitemos enfrentamentos desnecessários que possam causar danos, quaisquer que sejam entre quem precisa trabalhar e agente da administração pública, seja na legislação, ou fiscalização.
Queremos a paz, saúde e acima de tudo, que todos sejam livres.

Atenciosamente, EMPRESÁRIOS DE PATOS DE MINAS.

QUAL SUA OPINIÃO? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. A responsabilidade dos comentários é integralmente de seus autores. Comentários que são considerados como spam ou ofensivos devem ser denunciados diretamente ao Facebook. O Patos Notícias se reserva ao direito de remover postagens que violem seus termos de uso ou as leis vigentes sem prévia notificação. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

REPORTAR ERRO

Sua privacidade é muito importante pra nós! Usamos cookies, rastreadores, para exibir anúncios e conteúdos com base em suas preferências. Os cookies não permitem acesso a informações particulares, como nome, endereço, etc. Conheça nossa política de privacidade e nossos termos de uso.