Soja: Preços em alta. Repique técnico e aguardando relatório de exportações semanais, por Miguel Biegai da OTCex Group

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Fonte: Agrinotícias

Os contratos futuros de soja na Bolsa de Chicago trabalham em ligeira alta nesta quinta-feira (17/08). Novembro/17 avança 7,5 centavos e agora está valendo US$ 931,75 centavos por bushel. Foram 17 mil contratos negociados no novembro até o momento (06:30 da manhã, horário Brasília). Como cada contrato é equivalente a 136 toneladas, então já foram negociadas 2,3 milhões de toneladas de soja só na madrugada desta quarta para quinta, e só no vencimento novembro. E isso, num madrugada “calma” para um mês de agosto. Já teve dias aí que foram negociadas 8,16 milhões de toneladas somente no noturno.

O mercado está respeitando o suporte da linha de tendência de baixa, como pode ser vista no gráfico logo abaixo (em vermelho). No entanto, esse movimento de alta de hoje está mais lligado a recomposição técnicas (realização de lucros de quem entrou vendendo nos últimos dias) do que necessariamente de compras novas. Nos mapas climáticos, nada de muito novo, a não ser uma grande mancha de temperaturas normais previstas para os dias de 22 a 26 de agosto, cobrindo todo o cinturão produtivo. Mas as precipitações estão projetadas para ficarem acima do normal no mesmo período. Vai tudo mesmo se encaminhando para uma safra de mais de 115 milhões de tons. A janela climática para que isso se altere está restrita a mais duas semanas, e precisaria de uma reviravolta completa para mudar o quadro, com temperaturas altíssimas durante duas semanas sequidas e praticamente sem chuva. Mesmo assim, a umidade do solo atual praticamente garante o restante do período de desenvolvimento até o final de agosto. Depois dessas duas semanas, algumas regiões já não precisarão mais de chuva. Pelo contrário, com a proximidade da colheita, precisarão é que pare de chover.

Um relatório que pode dar um pouco de de suporte ao mercado é o de exportações semanais. Espera-se que as fortes quedas tenham incentivado um bom volume de compras por parte, principalmente, dos asiáticos. Graficamente, tendência de baixa bem clara e definida, ainda. Tanto no suporte e resistência, como nas médias móveis.

Agenda confirmada até o momento: Dia 30 e 31/08, curso de proteção de preços de soja em Boa Vista- RR, Dia 01/09, palestra na abertura da colheita da soja em Boa Vista/Roraima. Dia 04/09, curso de Proteção de Preço em Posse (GO), curso no RS ainda com local e data a confirmar na segunda quinzena de setembro. Curso em SP, ainda com local e data a confirmar para final de setembro.

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS