Sobe para seis número de mortos em operação no Complexo da Maré

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Subiu para seis o número de mortos em uma operação coordenada pela Polícia Civil no Complexo da Maré, na manhã de hoje (20). Segundo nota divulgada pela instituição, todas as vítimas tinham envolvimento com o tráfico de drogas da região.

A força-tarefa da Polícia Civil contou com apoio do Exército Brasileiro e da polícia judiciária da Força Nacional. A polícia divulgou que o objetivo da ação era o cumprimento de 23 mandados de prisão.

- Continua depois da publicidade -

Segundo a polícia, houve resistência dos criminosos, o que gerou intenso tiroteio.

“Durante as ações desenvolvidas, especificamente em dois imóveis próximos, as equipes depararam-se com intensa resistência dos criminosos, dos quais seis elementos restaram feridos e, embora devidamente socorridos, vieram a óbito em virtude dos ferimentos.”

Apreensões

De acordo com a polícia, foram apreendidos quatro fuzis calibre 5.56mm, oito carregadores, farta quantidade de munição de fuzil e pistola, duas pistolas, sendo uma calibre .40 e outra calibre 9mm, quatro granadas, 1.832 pinos de cocaína, 75 sacolés de maconha, cerca de 2 kg de maconha, além de ferramentas utilizadas para arrombamento de caixas eletrônicos.

O adolescente Marcos Vinicius da Silva, de 14 anos, foi atingido por uma bala perdida e levado em estado grave para o Hospital Getúlio Vargas, onde passou por cirurgia.

Bruna, mãe do adolescente Marcos Vinicius da Silva, de 14 anos, atingido por uma bala perdida durante operação na favela da Maré, segura camisa da escola que o estudante usava.

Bruna, mãe do adolescente Marcos Vinicius da Silva, de 14 anos, atingido por uma bala perdida durante operação na favela da Maré, segura camisa da escola que o estudante usava – Fernando Frazão/Agência Brasil

FONTE: Agência Brasil

- Continua depois da publicidade -

QUAL SUA OPINIÃO ? COMENTE!

Os comentários não refletem a opinião do portal. Não nos responsabilizamos por eles e em caso de descontentamento use a opção “Denunciar ao Facebook”. Você está sujeito aos nossos Termos de Uso.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- Continua depois da publicidade -